Retrospecto do futebol feminino do São Paulo em 2020

Estamos de quarentena, um período necessário em que precisamos seguir os procedimentos necessários para combater a propagação do coronavírus. Então, consequentemente, sem jogos, sem futebol e sem o São Paulo por algum tempo.

Por isso, decidimos fazer um retrospecto do futebol feminino do São Paulo nesse ano de 2020. Foram poucos meses de trabalho nessa temporada, mas já podemos falar um pouco do desempenho do Tricolor até aqui.

Em 2019, a equipe comandada pelo técnico Lucas Piccinato conquistou o título de Campeão Brasileiro da série A2 e também o acesso para a série A1, fazendo a sua estreia na elite do futebol nacional contra o Cruzeiro no dia 10 de fevereiro, fora de casa, e acabou perdendo por 1×0.

O Cruzeiro, aliás, foi a equipe que o São Paulo venceu na final do Brasileirão da série A2 do ano passado, conquistando o título da competição. Ambos subiram juntos para a primeira divisão do torneio.

Depois aconteceu a estreia em casa contra o Internacional e o resultado foi um empate por 2×2. No jogo seguinte, o Tricolor viajou até o Rio de Janeiro para pegar o Flamengo e vencer por 3×1 na primeira vitória do ano.






Então, no dia 29 de fevereiro, aconteceria o primeiro Majestoso da história do Campeonato Brasileiro da série A1, o jogo foi em Cotia, e as são-paulinas conseguiram vencer por 2×0 a forte equipe do Corinthians que estava invicta a 48 jogos.

Mais um clássico pela frente, dessa vez, o Choque-Rainha. Jogando em Vinhedo, o Palmeiras recebeu o São Paulo e, de virada, superou o Tricolor pelo placar de 2×1.

Com esse desempenho, o São Paulo se encontra na nona colocação da tabela de classificação com 7 pontos, 2 vitórias, 1 empate e 2 derrotas, 8 gols feitos e 6 tomados.

O próximo desafio do Tricolor, quando as competições retornarem as suas atividades normais, será contra o MBTC.

Foto: São Paulo FC

Comente com sua conta do Facebook: