Com dois gols e quatro assistências, Rigoni se destaca no Brasileirão
Foto: Rummens

Em grande fase no Tricolor, argentino sonha com uma convocação para a equipe de Lionel Scaloni

Desde que chegou ao São Paulo, o meia-atacante Emiliano Rigoni elevou o patamar do time. O jogador desembarcou no Brasil como uma cartada de Hernán Crespo, que sem dinheiro para contratação, foi buscar o jogador que estava na reserva do Elche da Espanha.

No começo, o jogador se mostrou um coringa, atuando tanto pelo lado de campo, quanto pela faixa central – em sua estreia no Morumbi, Rigoni atuou como ala pela direita na vitória de 9×1 contra o 4 de Julho.

Nas últimas partidas, porém, o jogador elevou seu nível e passou a ser protagonista da equipe. Com gols e assistências, Rigoni fez com que a torcida esquece-se por um momento de Luciano (artilheiro da equipe na temporada 2020 mas que convive com lesões durante esta temporada).

Rigoni: "Nunca vou perder minha ilusão de poder jogar na seleção argentina"
Foto: Maurício Rummens / São Paulo FC

A fase é tão boa, que o argentino já vislumbra a volta a Seleção Argentina: “Nunca vou perder minha ilusão de poder ter a possibilidade de voltar a jogar na seleção argentina”, comentou o jogador após a partida contra o Fortaleza.

O fato de estar próximo do futebol argentino é uma das virtudes para Rigoni na disputa da convocação. Outro fato que pode ser um facilitador para o jogador é o fato de o futebol internacional ter bloqueado a convocação de alguns atletas para as disputas das eliminatórias Sul-Americana.

Até aqui, Rigoni já esteve em cinco oportunidades com a Seleção de seu país. O jogador também esteve cotado para disputar a Copa do Mundo da Rússia sob o comando de Jorge Sampaoli, que tinha como auxiliar o próprio Scaloni.

O jogador teve um grande momento às vésperas da Copa de 2018 atuando pelo Independiente. Rigoni marcou 11 gols em 30 jogos na temporada 2017 e o futebol era de alto nível que fez um boato surgir na Argentina. A história era que torcedores do Racing (maior rival do Independiente) iriam aos jogos dos Rojos apenas para ver Rigoni.

Depois da frustração de não ir a Copa, Rigoni passou por Zenit-RUS e Elche-ESP até reencontrar o bom futebol no Morumbi. Segundo o jogador, esta é a melhor fase de sua carreira.

“Pela quantidade de partidas e os gols que estou marcando, sem dúvida é o melhor momento da minha carreira. Claro que fico triste pelo resultado [empate com o Fortaleza], ninguém gosta, mas marquei dois gols. Há que aproveitar esse momento e seguir adiante”, comentou.

Ainda sem a convocação, o jogador agora mira o confronto contra o Juventude pelo Campeonato Brasileiro. O duelo válido pela 18ª rodada do Brasileirão, coloca frente a frente o 12º e o 13º da tabela e acontece no próximo domingo às 16h.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo: 
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – BetChamps

Post anteriorEntenda as carências apontadas pela comissão técnica de Hernán Crespo
Próximo PostEm 5 meses, Miranda concretiza objetivo de voltar a Seleção
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.