Roberto Dias Branco, lenda!

Roberto Dias Branco, ou simplesmente “Roberto Dias“, foi um dos maiores jogadores da história do São Paulo, conseguindo ser ídolo em uma época difícil, da construção do Morumbi.

Segundo Pelé, Roberto Dias foi o seu maior e mais leal marcador. Jogava firme, mas limpo e tinha classe demais.

Neste vídeo resgatado do Museu da Pessoa, acompanhamos um depoimento do craque para o Memorial do São Paulo Futebol Clube, gravado em 1993.

Dias narra sua história de vida, a infância crescendo no bairro paulista do Canindé, ao lado do então estádio do clube Tricolor.

O ingresso no futebol juvenil e a ida para os jogos Olímpicos de 60 em Roma, onde atuou pela Seleção Brasileira ao lado do futuro companheiro Gérson.

A trajetória dentro do São Paulo Futebol Clube, uma das mais longas atuações na história do Tricolor Paulista, um período de dificuldades com a construção do estádio do Morumbi e a tristeza do jejum de títulos de dez anos.

Finalmente, em 1970, a imensa alegria com a conquista do primeiro título em anos, logo com um bicampeonato.

A responsabilidade e o aprendizado ao dividir o campo e ter a função de marcar Pelé, a alegria de, embora jogasse na zaga, fazer um gol e as dificuldades de conciliar a carreira de jogador com o casamento.






O recebimento do passe-livre após uma doença e a mudança para o México, onde seria premiado como o melhor atleta estrangeiro. A aposentadoria dos gramados e a nova ocupação como orientador de jovens no COE do São Paulo e em uma escolinha de futebol com o ex-colega e amigo Terto.

Confira o depoimento deste gigante:

Comente com sua conta do Facebook:
Você já conhece a Loja do Arquibancada? Modelos exclusivos para você mostrar o seu amor pelo Tricolor!

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor