Rodrigo Caio e os novos ensinamentos antes da estreia no Brasileiro

Convocado para defender a Seleção Brasileira na Copa América Centenário, o capitão da equipe olímpica teve a sua primeira oportunidade de atuar no time principal durante a vitória sobre o Panamá (2 x 0), no dia 30 de maio, nos Estados Unidos, e neste final de semana fará a sua estreia no Campeonato Brasileiro de 2016 após o período com a equipe nacional – ficou no banco diante do Atlético-PR (2 x 0), na última rodada, no Morumbi.

E antes de encarar o Flamengo, no Estádio Mané Garrincha, e substituir o suspenso Diego Lugano, o camisa 3 valorizou o aprendizado que a convocação rendeu ao seu processo de formação. De acordo com o jogador, a convivência com atletas mais experientes e que atuam no futebol europeu foi importante para render bagagem extra, além de ter a oportunidade de conhecer a rotina da seleção principal.

“Foi muito importante, uma experiência enorme, porque pude conviver com jogadores de altíssimo nível. No começo tive algumas dificuldades, porque a dinâmica é diferente, o jogo é mais rápido e os treinos são mais fortes. Então senti um pouco. Mas depois peguei o jeito e me soltei mais. Aprendi bastante e fiquei feliz com esta oportunidade, porque agora tenho uma noção de como é a rotina na Seleção Brasileira principal. Levarei para a minha vida toda este aprendizado”, avaliou.






De volta ao Tricolor, o marcador trabalhou normalmente nos últimos dias e está novamente à disposição do técnico Edgardo Bauza. “Estou adaptado novamente ao dia a dia do clube. Já realizei alguns treinos, e estou feliz de poder rever os meus amigos. Claro, fiquei um período sem jogar, apenas treinando, mas em um ou dois jogos eu já recupero o ritmo ideal para ajudar o time sem restrição”, opinou Rodrigo Caio, que já está focado no confronto com os cariocas pela nona rodada da competição nacional.

“Sabemos da qualidade que o Flamengo tem. Eles venceram fora de casa na última rodada (triunfo sobre o Cruzeiro), e vão embalados em busca de mais uma vitória. Por isso, temos que entrar focados. Não podemos perder pontos, porque precisamos recuperar os seis que perdemos no Morumbi (derrotas para Internacional e Atlético-PR). Temos que pontuar e seguir em busca das primeiras colocações”, finalizou.

Convocado, Rodrigo Caio não defende o São Paulo desde a classificação para a semifinal da Libertadores da América, quando o Tricolor passou pelo Atlético-MG no dia 18 de maio, em Belo Horizonte – desfalcou o time em seis jogos.

Let’s block ads! (Why?)

Comente com sua conta do Facebook: