Rogério Ceni comenta sobre decisões polêmicas da arbitragem no jogo entre Universidad Católica x SPFC
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

O confronto entre São Paulo x Universidad Católica válido pelo primeiro jogo das oitavas de final da Sul-Americana 2022 que aconteceu nesta quinta-feira (30) foi uma partida movimentada e que terminou com vitória Tricolor por 4×2, porém, também foi marcada pelas decisões da arbitragem, principalmente em relação às três expulsões de jogadores são-paulinos no segundo tempo.

Os atletas expulsos foram Igor Vinícius, Rodrigo Nestor e Jonathan Calleri, sobre tais decisões do árbitro uruguaio Christian Ferreyra, o técnico Rogério Ceni disse:

“Não queremos falar de arbitragem, mas temos que repensar, temos que ter mais força na confederação sul-americana. Eu me recordo de uma época em que a gente tinha força, mas hoje não temos e sofremos muito”.

Também afirmou: “No fim, quando vai cumprimentar o árbitro, ele dá bênção aos jogadores deles. Claro, pode, é respeitoso. Mas, não sei, três expulsos nossos, abraços, beijos… Quando um de nós foi cumprimentá-lo, ele diz que ‘você eu não cumprimento’. Estranho”.

Ceni classificou a primeira expulsão, a de Igor Vinícius, como uma vergonha, mas também ressaltou que é importante aproveitar das coisas boas que aconteceram durante a partida: “As expulsões, quando se fala de competições como a Conmebol, é melhor não falar sobre arbitragem, porque são circunstâncias que se voltam contra você. A gente viu o que se passou no campo. A primeira expulsão foi uma vergonha. Vamos desfrutar das coisas boas de hoje e tentar estar bem”.

O segundo e decisivo confronto entre as duas equipes ocorre na quinta-feira (07), às 21h30, no Estádio do Morumbi.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Fonte: Globo Esporte

Post anteriorReveja os quatro gols do São Paulo contra a Universidad Católica pela Sul-Americana
Próximo PostGoleada do São Paulo na Sul-Americana repercute na imprensa internacional
Vanessa Dias, 25 anos e sou de Araras, interior de São Paulo. Formada em Relações Públicas, especialista em Mídias Digitais e apaixonada por futebol desde que me conheço por gente. Sou parte do time desde o começo de 2018, onde trabalhamos todos os dias para que a torcida esteja sempre em conexão com o clube do coração.