Julgamento do STJD absolve Nestor e pune Alejandro
Foto: Reprodução / Premiere

Após mais uma rodada sem vencer no Campeonato Brasileiro (a quarta seguida), o São Paulo busca encontrar motivos para os insucessos nesse início de competição. O problema da vez parece ser a atuação do árbitro de vídeo no empate em 1 a 1 contra a Chapecoense, nessa quarta-feira (16).

Publicidade

As reclamações são-paulinas vieram de jogadores e até do presidente Júlio Casares, que questionaram a decisão do árbitro Igor Benevenuto, responsável pela cabine do VAR, de expulsar o volante Rodrigo Nestor no final do primeiro tempo.

Aos 41 minutos da primeira etapa, quando o Tricolor vencia o jogo por 1 a 0, Nestor acabou acertando um chute na cabeça de Léo Gomes, da Chape. O árbitro de campo, Dyorgines Padovani, marcou a falta para os catarinenses e foi chamado pelo assistente de vídeo para que o lance fosse revisado. Após a checagem, Padovani resolveu dar vermelho para o são-paulino.

A expulsão, que na visão do comentarista de arbitragem Salvio Spínola, do Premiere, foi injusta revoltou imediatamente até quem não estava no Morumbi, como Daniel Alves, que se recupera de lesão. Em sua conta do Twitter, o camisa 10 questionou a interpretação que a arbitragem deu ao lance:

Depois da partida, Bruno Alves, falou em frustração com o resultado, que em sua visão poderia ser outro se o Tricolor tivesse permanecido com 11 atletas em campo:

Sentimento de frustração, a gente tinha um jogo controlado. Um lance polêmico que para mim não foi expulsão. Ele (o árbitro) tem a velocidade do jogo e na câmera lenta deu a expulsão. É sentimento de frustração. A gente sabe que é um campeonato longo e precisamos vencer o mais rápido possível“.

Casares também decidiu se queixar e falou que o lance com o volante desequilibrou a partida:

Não sou de comentar arbitragem, mas hoje não poderia ser diferente. O VAR agiu muito mal, com falta de critério ao chamar o árbitro em um lance em que o (cartão) amarelo já estava de bom tom. Tirar um jogador ainda no primeiro tempo é desequilibrar tecnicamente a partida. Não é desculpa. Lamentamos, protestamos e esperamos que tenha um critério único em cada jogo“, disse o presidente (confira no vídeo abaixo).

O técnico Hernán Crespo também se mostrou chateado com a decisão sobre a expulsão e com a escalação dos árbitros da partida:

Acho que em todas as profissões existem as categorias. Atletas, treinadores e árbitros, mas acredito que não se pode vir a São Paulo fazer experiência. Para eu chegar aqui, tive que passar por muitos caminhos. Que venha gente com experiência ao Morumbi, gente que tenha experiência para estar aqui. Hoje não aconteceu“, desabafou.

A CBF ainda não se manifestou sobre o lance.

Post anteriorEstatísticas de São Paulo 1 x 1 Chapecoense: Brasileirão 2021
Próximo PostOs possíveis adversários do São Paulo no sorteio da Copa do Brasil
Formado em jornalismo pela Faculdade das Américas. Sempre amei escrever e sempre amei o São Paulo Futebol Clube. Essas duas paixões me motivam a produzir conteúdo sobre o meu time do coração. Mas eu também gosto de falar política, história e entretenimento. Porém, já aviso que minhas opiniões não são simples a respeito de nada. O mundo é complexo e eu não sou diferente.