Presidente do Ceará promete esforço por Pablo:
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Pablo foi anunciado pelo São Paulo no final de 2018, vindo do Athletico Paranaense como a contratação mais cara da história do Tricolor Paulista no valor de 6 milhões de euros (R$ 26,5 milhões, na cotação da época).

Nesta negociação, o Tricolor tinha uma pendência no valor de R$ 12 milhões de algumas prestações atrasadas na compra dos direitos econômicos do jogador, e neste valor também se incluíam os juros, correção monetária e multa por atraso. Ainda tinham mais R$ 3 milhões de vencimentos futuros, totalizando R$ 15 milhões.

A diretoria do São Paulo está buscando renegociar algumas dívidas da gestão passada e com esta envolvendo a compra do Pablo não foi diferente. Um acordo foi feito com a equipe paranaense e o Tricolor pagou R$ 3,2 milhões de entrada e quitará o restante em cinco parcelas.

O atacante Pablo tem contrato com o São Paulo até dezembro de 2022 e nas últimas partidas vinha sendo titular na equipe do técnico Hernán Crespo. No início da temporada 2021, em quatro partidas disputadas no Campeonato Paulista o camisa 9 marcou dois gols e deu duas assistências.

Apesar de estar tendo mais oportunidades com o treinador argentino, Pablo ganhou um concorrente para a vaga no ataque do São Paulo que é o Éder, que foi anunciado pelo Tricolor na semana passada como novo reforço para a temporada.

Em pesquisa realizada pela Gazeta Esportiva, foi-se questionada a opinião da torcida sobre qual a dupla de ataque ideal para o São Paulo e o resultado foi:

  • Luciano (47%)
  • Éder (31%)
  • Rojas (12%)
  • Pablo (5%)
  • Galeano (3%)
  • Bruno Rodrigues (2%)

Observa-se que para a maioria dos torcedores, caso o técnico Hernán Crespo continuasse a optar por começar os jogos do São Paulo com dois atacantes estes seriam Luciano e ÉderPablo aparece apenas na quarta colocação com 5% dos votos, atrás de Rojas com 12%.

Fonte: UOL