São Paulo terá força do Morumbi em decisão do Sub-20
Foto: Rummens

Segundo informação apurada pelo UOL Esporte juntamente ao Ministério Público, duas empresas consideradas fantasmas faturaram cerca de 500 mil reais em meio à polêmica transferência do zagueiro Iago Maidana em 2015.

De acordo com a reportagem do portal UOL, o Monte Cristo (clube da terceira divisão goiana) onde Iago se transferiu antes de ir para o São Paulo, realizou duas transferências a duas empresas de equipamentos de informática, no valor de 250 mil reais para cada, na mesma época da ida de Maidana ao Tricolor.

Porém, segundo o MP, ambas as empresas existiam apenas no papel e estavam registradas em endereço onde funcionava um buffet infantil.

A manobra é um indicativo de operações fraudulentas de vínculos empregatícios. Em planilhas, o órgão ligou os R$ 500 mil repassados às empresas ao pagamento de R$ 2 milhões do São Paulo ao Monte Cristo pela transferência.

A reportagem do UOL tentou entrar em contato com os envolvidos na negociação da época, mas até o momento não obteve retorno.