Sidão
Foto: Rubens Chiri/ saopaulofc.net

O goleiro Sidão que voltou como titular e capitão contra o São Caetano, comentou sobre a polêmica em sua publicação nas redes sociais e, também, uma discussão que teve com um companheiro no treino de domingo. O goleiro não quis divulgar o nome do jogador que teve a discussão.

A polêmica se iniciou quando o goleiro postou em seu Instagram um vídeo de lances dele nesse ano, após o Jean falhar na derrota contra o São Caetano no sábado. Na ocasião, muitos torcedores acharam a postagem uma crítica ao Jean na partida.

Questionado sobre a repercussão da postagem, Sidão disse: “Fiquei 15 dias sem poder treinar e isso me deixou chateado. Só sei jogar futebol. É de onde tiro o sustento da minha família. No domingo houve um treino pela manhã. Acabei tendo uma discussão com um dos nossos companheiros no treino. Discussão de treino, de querer vencer, de chateação pelos resultados que vínhamos tendo”, que completou.

“Então, quis expressar a minha saudade de jogar futebol e coloquei o vídeo. Não pensei em momento algum em atacar ninguém, principalmente um companheiro de grupo. Vimos o Paes (goleiro do São Caetano) se emocionando, porque sabemos como é difícil estar no campo e quando erra é muito cobrado. Houve maldade em falar como se tivesse atacado alguém. Expressei gratidão por voltar a treinar, por isso foi o vídeo: pensando no meu momento e não no de ninguém.”

Sidão também falou à imprensa que houve uma discussão entre ele e um jogador do elenco no treino de domingo, e intitulou o caso como algo corriqueiro de um time que deseja ganhar: “Essa foi uma das coisas que me deixaram chateado no domingo, porque não sou de fazer isso, e me fez postar o vídeo para relaxar e voltar a fazer o que amo. Já me acertei, isso é coisa de treino. Quando apitou o fim do treino, a gente já tinha se acertado. Coisa normal, de quem quer ganhar, igual eu queria hoje: ver o São Paulo desse jeito, guerreiro, brigando, aguerrido, competitivo. E o que acontece internamente a gente resolve internamente. É assim que tem de ser.”

 

Fonte: Globoesporte.com