O São Paulo não conseguiu passar pelo Grêmio na semifinal da Copa do Brasil, perdendo o primeiro jogo em Porto Alegre por 1×0 e ficando no empate sem gols no Morumbi.

Foto: Rummens

Após o confronto, o goleiro Tiago Volpi reclamou da atitude dos gremistas durante a partida e também da forma que o confronto foi conduzido pelo árbitro Bruno Arleu de Araujo.

“O que dificultou é o que o Grêmio faz sempre, não joga, sempre tem um jogador caindo no chão, o goleiro que demora 50 segundos no tiro de meta. A gente avisou. No intervalo, a gente falou para o Bruno: “Os caras querem atrasar o jogo, a gente quer acelerar”. E foi isso que aconteceu: querendo acelerar e os caras caindo”.

E completou: “A única coisa que a gente falou (para o árbitro) foi o tempo, se ele dá os 10, 12 minutos, que tinha que dar, e a gente perde, tranquilo, mas pra compensar o tempo perdido, essa é a indignação. Mas não dá, já acabou e ele não vai voltar atrás, então é erguer a cabeça, tem o Brasileiro pela frente, que aumenta a nossa pressão pelo título, porque o futebol que a gente vem jogando, vem apresentando, nos dá frustração por isso, por ficar na semifinal da Copa do Brasil”.

O próximo desafio do Tricolor Paulista é contra o RB Bragantino no dia 6 de janeiro pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, às 21h30.

Confira como foi São Paulo 0x0 Grêmio:

Foto: Rummens