Tricolor reencontra adversários da parte de baixo da tabela
Foto: Staff Images / Conmebol

Nesta quarta-feira (24), o São Paulo começa uma série de quatro partidas importantes para seguir na Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe encara o Atheltico-PR, Sport, Grêmio e Juventude, em uma série que traz boas recordações ao torcedor do Tricolor.

No primeiro turno, sob o comando de Hernán Crespo, a equipe somou dez dos doze pontos disponíveis, deixando pontos apenas contra o Juventude fora de casa. Agora no segundo turno, a perspectiva da equipe é melhor, uma vez que o Tricolor enfrenta apenas o Grêmio fora do Morumbi – ainda assim, a Arena gremista estará vazia por conta das invasões de campo no duelo contra o Palmeiras.

O time de Rogério Ceni entra nesta reta importante precisando pontuar. A equipe está na 14ª posição, com 41 pontos e precisa de pontos para chegar a uma taxa de segurança (os 45 pontos devem garantir a permanência na Série A).

O rival desta primeira partida está em situação parecida com o São Paulo. Vindo do titulo da Copa Sul-Americana, o Furacão possui os mesmos 41 pontos da equipe, porém, está a frente do São Paulo por conta do número de vitórias na competição (12 x 9).

Após enfrentar o Furacão, a equipe encara o Sport, no próximo sábado (27), novamente no estádio do Morumbi. A equipe pernambucana está com 33 pontos, na 19ª posição.

Porém, mesmo com a possibilidade de chegar aos 45 pontos ainda nesta semana, o treinador Rogério Ceni entende que o time não pode diminuir a intensidade e o foco nos jogos. O treinador relembrou que os 45 pontos podem não ser suficientes para a permanência do clube – algo que ocorreu com o Coritiba em 2009.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Conheça a nossa Loja

Post anteriorSão Paulo encara o Red Bull Bragantino pelas quartas de final do Paulistão
Próximo PostTricolor entra em campo pela quinta rodada do Campeonato Paulista
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.