Em busca de uma vaga nas semifinais, o São Paulo foi a Diadema enfrentar o Água Santa pelo segundo jogo das quartas de final do Campeonato Paulista Sub-20. O Tricolor saiu atrás, reagiu, mas parou no goleiro do adversário, que mesmo bombardeado no segundo tempo, impediu que os são-paulinos levassem a vaga: 3×2 para o rival, gols de Rony e Caíque. 

Com Toró, de cabeça, e Liziero, de fora da área, o São Paulo fez o goleiro rival trabalhar duro nos 15 primeiros minutos de jogo, mas foi o rival que conseguiu abrir o placar aos 16 minutos. Logo em seguida, em uma série de cobranças de escanteio, saiu o segundo do Água Santa. 

Precisando de dois gols para levar a vaga, o Tricolor foi para cima do rival, mas não teve chances efetivas de diminuir o marcador. Aos 36 minutos, Jardie fez a primeira mudança: veio Marquinhos Cipriano no lugar do volante Pedro. Seguindo no ataque, o Tricolor teve a melhor oportunidade no último minuto, quando Rony cabeceou, mas o goleiro conseguiu a defesa.

Aos cinco minutos do segundo tempo, o cabeceio que não entrou se repetiu, mas agora com sucesso. Rony completou a cobrança de escanteio feita por Igor, pela esquerda, e finalizou de cabeça sem chances para o goleiro. Aos dez minutos, o zagueiro salvou o Água Santa em cima da linha. Liziero fez o cruzamento, a defesa furou e a bola sobrou para Marquinhos finalizar, o defensor evitou o gol de forma incrível! 

Na sequência, Gabriel Sara cobrou falta lateral, pela esquerda, Rony subiu e a bola passou raspando a trave direita do goleiro. Investindo no ataque, o Tricolor sofreu um gol aos 14 minutos, quando o adversário fez o terceiro. Sem desanimar, os são-paulinos seguiram em busca dos gols, e aos 22 minutos entraram Bissoli e Geovane nos lugares de Toró e Igor. 

Gabriel Sara, aos 23 minutos, acertou a trave em cruzamento que saiu fechado demais, e com os cruzamentos dele o Tricolor seguiu assustando. Aos 29, novas mudanças na equipe: Neves e Cássio substituíram Belão e Luan. Daí pra frente, bombardeio dos são-paulinos, e o goleiro do rival brilhou: parou três chances à queima-roupa, impedindo assim que o São Paulo seguisse às semifinais do Paulista.

São Paulo: Júnior; Belão (Neves, 29min/2ºT), Rony, Rodrigo e Liziero; Pedro (Marquinhos Cipriano, 36min/2ºT), Luan (Cássio, 29min/2ºT), Gabriel Sara, Igor (Geovane, 22min/2ºT), Caíque e Toró (Bissoli, 22min/2ºT)
Técnico: André Jardine

Let’s block ads! (Why?)