Veja o que o São Paulo precisa fazer para não ser rebaixado
Fotos: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O São Paulo ocupa atualmente a 12ª posição na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro de 2021. Com 45 pontos em 36 jogos, a equipe faz uma de suas piores campanhas na história. Em outras edições, a pontuação do clube já seria suficiente para afastar completamente o risco de rebaixamento. Nesta temporada, porém, ainda que mínima, o time ainda possui chance de cair de divisão.

Restando apenas dois jogos para completar os 38 do Brasileirão, o Tricolor se encontra a 5 pontos na frente do Bahia e a 6 na do Grêmio. Os próximos adversários do São Paulo são o Juventude, no Morumbi, e o América-MG, no Independência. Para não mais ser alcançado e se livrar do rebaixamento, o time precisa de apenas uma vitória nesses dois jogos. Porém, um empate pode se mostrar suficiente, a depender dos resultados do Bahia e do Grêmio.

O grande problema do São Paulo na disputa, em caso de fracasso na reta final e empate de pontos com os adversários diretos, seria o número de vitórias. Até aqui, o Tricolor possui apenas 10 triunfos, contra 11 do Grêmio e também 10 do Bahia. Por essa razão, apenas um empate nos dois jogos que restam não seria suficiente para livrar o time do Morumbi, uma vez que, no critério de desempate, poderia ser superado pelo Bahia.

A mesma situação ocorrerá em caso de duas derrotas. O Grêmio, com 39 pontos, poderá alcançar os mesmos 45 do São Paulo, mas com uma vitória a mais. Por essa razão, a única maneira de o São Paulo não depender de nenhum outro resultado é vencendo pelo menos um de seus jogos que restam.

Confira a tabela de todos que brigam contra o rebaixamento:

SÃO PAULO – Juventude (C) e América-MG (F)

ATLÉTICO-GO – Chapecoense (F), Internacional (F) e Flamengo (C)

JUVENTUDEFortaleza (F), São Paulo (F) e Corinthians (C)

CUIABÁAthletico (F), Fortaleza (C) e Santos (F)

ATHLETICO – Cuiabá (C), Palmeiras (C), Sport (F)

BAHIAFluminense (C) e Fortaleza (F)

GRÊMIO – Corinthians (F) e Atlético-MG (C)

Post anteriorSem Reinaldo em campo, o São Paulo venceu apenas uma partida no ano
Próximo PostAinda vinculado ao São Paulo, Tchê Tchê dá a volta por cima e é campeão brasileiro
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.