São Paulo perde para a LDU em Quito pela Libertadores
São Paulo perde para a LDU e está eliminado da LibertadoresFoto: Conmebol

VERGONHA. Esse é o sentimento dos torcedores são-paulinos após ver o desempenho medíocre do time mais uma vez, que foi ao Equador e perdeu de 4×2 para a LDU e tem chances extremamente remotas de se classificar para as oitavas de final da Libertadores, ou seja, está fora.

Vamos ao jogo…

O São Paulo perdeu uma grande chance logo aos 5 minutos de jogo após Reinaldo cruzar e Pablo cabecear para fora. Oportunidades que não podem ser perdidas, mas o roteiro de derrota do time se cumpria novamente.

E foi depois de uma falta não dada em cima de Igor Gomes que a LDU trocou passes na entrada da área do São Paulo e Martínez Borja recebeu cruzamento de Cruz e abriu o placar para os donos da casa. LDU 1×0 São Paulo.

Aos 31 minutos, Zunino perde uma chance inacreditável ao receber a bola, cortar Reinaldo e chutar para fora na saída de Tiago Volpi.

E, claro, uma hora ou outra isso iria acontecer e aconteceu na partida mais importante do ano…aos 35 minutos, na saída de bola, o São Paulo vacilou e tomou o segundo. Volpi saiu jogando com Igor Gomes que tocou para Hernanes que na fogueira perdeu a bola e os equatorianos ampliaram com Julio, fazendo LDU 2×0 São Paulo.

Calma, tem mais ainda no primeiro tempo…

Eles marcaram aos 45 minutos em um ataque rápido e troca de passes entre Piovi e Jhojan Julio que bateu e fez o segundo dele e o terceiro da equipe equatoriana na partida. LDU 3×0 São Paulo.

Um parênteses para comentar sobre:

Sim, o Tricolor foi para o intervalo com 3 gols de desvantagem para o adversário, praticamente cravada a eliminação da competição continental. Não se via vontade de vencer, atacar e buscar o empate e depois a virada. Time mal treinado e totalmente desorganizado que refletiu em uma derrota coletiva que começa do treinador e vai desde o Volpi até o Pablo, passando por cada atleta do time.

Difícil…voltando ao jogo…

O segundo tempo volta com duas alterações da equipe Tricolor com as saídas de Vitor Bueno e Igor Vinícius para as entradas de Brenner e Paulino respectivamente.

O time do São Paulo voltou pressionando e teve duas chances seguidas com Gabriel Sara, a primeira ele chutou e o goleiro Gabbarini mandou para escanteio e a segunda bateu na trave e saiu.

No entanto, aos 14 minutos, o Tricolor diminuiu com Brenner que recebeu cruzamento de Paulinho e mandou para o fundo das redes. LDU 3×1 São Paulo.

Quem marcou novamente foram os donos da casa. Aos 30 minutos, Billy Arce recebeu a bola, dominou, pensou em que decisão tomar e chutou ampliando a vexatória goleada. LDU 4×1 São Paulo.

Tréllez, que não jogava há seis meses, entrou no lugar de Pablo e deixou o dele aos 36 minutos. Brenner tocou de primeira para Tréllez que dominou e bateu forte. LDU 4×2 São Paulo.

Com esse resultado, o São Paulo permanece na 3ª colocação do grupo D com 4 pontos, somando uma vitória (LDU), um empate (River Plate) e duas derrotas (Binacional e LDU), com seis gols marcados e sete sofridos.

Então, está praticamente eliminado da Libertadores e joga a próxima partida pela competição continental contra o River Plate na quarta-feira que vem (30/09), às 21h30, na Argentina.

Já o próximo jogo do São Paulo é contra o Internacional pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro no sábado, 26 de setembro, às 19h, no Beira-Rio.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Conmebol