Zagueiro lamenta desfalque de Ganso, mas confia em qualidade de substituto

O zagueiro Maicon vê o elenco tricolor forte para substituir o lesionado Ganso (Foto: Sergio Barzaghi/Gazeta Press)O zagueiro Maicon vê o elenco tricolor forte para substituir o lesionado Ganso (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

A dois dias do jogo de ida contra o Atlético Nacional-COL, válido pelas semifinais da Copa Libertadores da América, Maicon lamentou a ausência inevitável de Paulo Henrique Ganso, principal responsável pela criação do São Paulo. O zagueiro, no entanto, manifestou confiança nas peças de reposição e ressaltou que o time pode compensar a ausência de seu camisa 10 em outros aspectos.

Ganso virou desfalque na última quarta-feira, quando rompeu o músculo posterior da coxa direita durante a vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro. Além do armador, o técnico Edgardo Bauza perdeu o meia-atacante Kelvin para a primeira partida contra os colombianos por conta de uma lesão na coxa esquerda, sentida no empate sem gols diante do Sport, no último dia 23. No clube, porém, há esperança de que a dupla esteja apta para atuar no embate de volta, marcado para 13 de julho.

“Eles estão trabalhando para se recuperar, mas tenho certeza que o professor Bauza está preparando um time forte para vencermos. Perdemos nosso número 10, aquele armador que faz a bola chegar no (Jonathan) Calleri, no ataque, mas confio que alguém vai fazer bem essa função”, contou Maicon durante entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, no CCT da Barra Funda.

Nesta manhã, o Patón comandou treino fechado à imprensa e escondeu a formação titular de quarta-feira. A expectativa é que Ytalo assuma a função de Ganso e apareça centralizado no setor de criação. Para o lugar de Kelvin, Luiz Araújo é cotado, assim como Thiago Mendes, que seria adiantado, deixando João Schmidt e Hudson como volantes.

“A falta do nosso 10 será complicada, é nosso melhor armador, mas temos outros jogadores diferentes que podem dar conta do recado. Podem ajudar em termos táticos, defensivamente e ofensivamente. Acredito que quem entrar na quarta dará resultado”, disse o zagueiro, citando outras virtudes que podem fazer a diferença para o Tricolor frente aos colombianos.

“Já não tivemos o Michel (Bastos) e o time foi bem. A dinâmica e a concentração contam mais para conquistar um resultado positivo”, concluiu Maicon, que teve os direitos econômicos comprados pelo São Paulo por 6 milhões de euros (cerca de R$ 22 milhões) na última semana.

Único clube brasileiro semifinalista da Libertadores 2016, o Tricolor voltará a treinar na tarde desta terça-feira, no palco da partida. O jogo de ida está marcado para esta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Morumbi.







Contra colombianos, Maicon pede time ofensivo e com “outra mentalidade”

Bauza faz mistério, mas Hudson e Mena treinam e devem jogar na quarta

Acompanhe as novidades das equipes paulistas nesta segunda-feira


Let’s block ads! (Why?)

Comente com sua conta do Facebook: