Zetti será coordenador da preparação de goleiros da base do São Paulo
Foto: Reprodução / SPFCtv

O ídolo e ex-goleiro Zetti está de volta ao São Paulo e assumirá o cargo de coordenador da preparação de goleiros das categorias de base do clube.

Veja o anúncio abaixo:

O trabalho de Zetti à frente da preparação dos goleiros das categorias de base do Tricolor começa nos próximos dias. Sobre as funções do ex-jogador, o diretor-executivo de futebol da base, Marcos Biasotto, explicou:

“Zetti é um dos maiores ídolos do clube e dessa posição específica, então tem muito a contribuir com a formação dos meninos. Ao trabalhar na base, vai poder repassar não só os ensinamentos que aprendeu, mas também agregar na parte técnica, na cultura de goleiro. E só o fato de ele estar no dia a dia do clube já vai agregar muito como o ídolo que é”.

Ou seja, Zetti não dará os treinamentos, mas estará em campo observando as atividades e será o responsável por liderar as preparações dos goleiros de cotas as categorias de formação do clube, trabalhando em conjunto com os demais profissionais da área.

No ano passado, o presidente Julio Casares já havia falado sobre Zetti voltar ao São Paulo.

“(O Zetti) é um nome para a gente implantar uma escola de goleiros na base de Cotia. Porque o goleiro é uma posição muito importante, diferente de todas as outras. Tem treinamentos, visão de jogo e postura diferentes, e nada como ter um cara com a experiência do Zetti para passar aos treinadores uma filosofia. O Brasil precisa ter uma escola, e principalmente o São Paulo”

Mais informações sobre o Zetti:
Armelino Donizetti Quagliatto
Jogos disputados pelo SPFC: 432
Estreia: 15/07/1990
Último jogo: 24/11/1996
Nascimento: 10/01/1965, em Porto Feliz, SP.
Títulos conquistados no SPFC: Campeão Mundial de 1992 e 1993; Campeão da Taça Libertadores da América de 1992 e 1993; Campeão da Supercopa da Taça Libertadores de 1993; Campeão da Recopa Sulamericana de 1993 e 1994; Campeão da Copa Master Conmebol de 1996; Campeão Brasileiro de 1991; Campeão Paulista de 1991 e 1992.

Post anteriorComo o RB Bragantino pode ajudar o São Paulo a se livrar de punição da Fifa
Próximo PostAssista ao vivo a apresentação de Zetti no São Paulo
Vanessa Dias, 25 anos e sou de Araras, interior de São Paulo. Formada em Relações Públicas, especialista em Mídias Digitais e apaixonada por futebol desde que me conheço por gente. Sou parte do time desde o começo de 2018, onde trabalhamos todos os dias para que a torcida esteja sempre em conexão com o clube do coração.