Devido à confusão no Choque-Rei, jogadores e dirigentes do São Paulo serão denunciados

Foto: São Paulo FC

Jogadores do São Paulo e membros da diretoria serão denunciados pelo Tribunal de Justiça Desportiva devido à confusão que aconteceu no MorumBIS no domingo (03) após o clássico contra o Palmeiras.

Rafinha e Wellington Rato, que ficaram fora dos relacionados por estarem lesionados, e os dirigentes Julio Casares, Carlos Belmonte e Fernando Bracalle Ambrogi serão denunciados pelos procuradores que ainda avaliam em quais artigos serão enquadrados, conforme noticiou o Globo Esporte.

Quem também pode ser denunciado é Jonathan Calleri, que não foi citado na súmula do árbitro Matheus Delgado Candançan, porém, aparece nos vídeos em que acontecem xingamentos direcionados aos membros da arbitragem e à comissão técnica do Palmeiras.

Caso não consiga visualizar, clique aqui.

A confusão se deu após o apito final do Choque-Rei em que aconteceram muitas polêmicas envolvendo decisões da arbitragem que acabaram prejudicando o São Paulo.

Caso não consiga visualizar, clique aqui.

O diretor de futebol, Carlos Belmonte, poderá também ter que enfrentar o tribunal comum devido à ofensas ao técnico Abel Ferreira, as quais o clube Alviverde divulgou uma nota oficial em que afirma que está atrás das medidas judiciais cabíveis.

As denúncias deverão ser entregues ao TJD-SP ainda esta semana.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia
Comente!