Pablo - Foto Rummens
Pablo - Foto Rummens

No primeiro clássico do ano, com estreia do novo uniforme e anúncio do retorno de Miranda, o São Paulo goleia o Santos por 4×0 no Morumbi pelo Paulistão.

Uma outra novidade no time do São Paulo, foi a titularidade de Rodrigo Nestor no meio de campo. Hernán Crespo comentou em entrevista antes do jogo que buscou um meio de campo com melhor saída de jogo.

Com um gramado castigado pelo temporal que caiu na cidade pouco antes do jogo, os dois times encontraram muitas dificuldades no primeiro tempo. Mesmo a ótima drenagem do Morumbi, não deu conta da demanda.

Muita água, pouco futebol

Foto: Rummens

O Santos começou atacando mais e tomamos alguns sustos com as poças d’água atrapalhando nossa defesa. Arboleda quase se complicou em um lance no começo do jogo.

A primeira chegada do São Paulo, foi apenas aos 16 minutos, em um lance no qual Pablo foi atrapalhado pela poça d’água no momento de concluir o chute a gol. Estava difícil produzir qualquer coisa até esse momento.

Até a metade da primeira etapa, o medo era pelo risco de choques e contusões, pois a partida era bem brigada e com muitas divididas.

Aos 32 minutos, o São Paulo teria uma grande chance, mas um impedimento muito mal marcado pela arbitragem, interrompeu a jogada de Gabriel Sara. O critério usado nos jogos é sempre obscuro, pois em outras partidas, vemos que costumam esperar a conclusão da jogada.

Nova tentativa do São Paulo aos 40 minutos, com cruzamento de Igor Vinicius na área e a zaga santista afastando para escanteio.

Até o final do primeiro tempo, o jogo seguiu sem muitas chances claras com um grande prejuízo para o nível técnico do jogo. Há muito não se via tanta água no campo.

No segundo tempo, um gol logo cedo…

Para a segunda etapa, Crespo mexeu no time colocando Rojas no lugar de Arboleda, que sentiu um pisão no pé durante o primeiro tempo. O time ficou mais ofensivo, porém, exposto a mais riscos na defesa.

Logo aos 5 minutos, o gol! Após cobrança de escanteio de Daniel Alves, Gabriel Sara sobe sem marcação e abre o placar no clássico com um gol de cabeça.

Na jogada seguinte, Rojas faz belíssima jogada cortando dois zagueiros do Santos, mas bate muito forte na bola e manda por cima do gol de John.

Aos 13 minutos, mais uma substituição: Nestor deu lugar a Luan, reforçando um pouco mais a marcação no meio de campo, após a saída de Arboleda.

Mais domínio do jogo

Nos minutos seguintes, o São Paulo foi tomando conta do jogo ao mesmo tempo em que o estado do gramado ia melhorando. O Santos fez algumas alterações para proteger a defesa e ter melhor saída de jogo.

Aos 24 minutos, o Tricolor teve grande chance de ampliar o placar após cruzamento de Pablo na área e Léo aparecendo para tentar desviar, porém, o goleiro santista fez a defesa e evitou o segundo gol.

E o gol saiu!

Após bela roubada de bola de Luan, Luciano faz ótima jogada abrindo caminho na área santista, chuta e conta com desvio de Luan Peres para enganar o goleiro do Santos e marcar o segundo. O artilheiro Tricolor estava um pouco apagado no jogo, mas sempre deixa o dele!

Não deu nem tempo de comemorar e na saída de jogo, após grande lançamento de Igor Vinicius, Pablo percebe John adiantado e bate de fora da área por cobertura, marcando o terceiro gol do São Paulo!

Aos 35, com a fatura liquidada, Tchê Tchê entrou no lugar de Luciano, poupado para as próximas rodadas.

Com o jogo dominado, o Tricolor apenas administrou a partida. Em lance com saída de bola errada do Santos, Tchê Tchê arrisca um chute da entrada da área e marca um golaço no ângulo!

Goleada e confiança em alta

O São Paulo voltou a vencer um clássico e, por mais que tivesse enfrentado um time mesclado do adversário, é bom lembrar que o mesmo time (com exceção a Rojas), havia perdido para um time C do Santos no Brasileirão.

Com boas atuações de Pablo, golaço de Tchê Tchê e Rojas ganhando confiança, o time pode começar um Paulistão com mais tranquilidade vencendo seus primeiros jogos da nova temporada.

O próximo desafio do Tricolor será contra o Novorizontino, no próximo sábado, fora de casa às 16h30.

Veja nossa live pós-jogo aqui:

Post anteriorMiranda acerta por duas temporadas com o SPFC
Próximo PostGoleada adicionada em lista histórica contra o Santos
41 anos, paulistano, são-paulino e um dos criadores do Arquibancada Tricolor. Apaixonado por Formula 1, Futebol, boa música e tecnologia!