Transferências de Militão, Pratto e outros ajudarão São Paulo a pagar direitos atrasados

O São Paulo pretende usar o dinheiro recebido das transação de alguns jogadores recentes para quitar a dívida de direitos de imagem de seus atletas. A conta que o clube faz atinge quase R$ 41 milhões, de acordo com o Globoesporte.com.

A dívida que o clube tem com alguns jogadores atinge até os quatro meses de atraso. Para sanar este problema financeiro, serão utilizados os recursos provenientes das transferências de Thiago Mendes, Maicon, Petros, Lucas Pratto e Éder Militão.

O último, recém-chegado ao Real Madrid, é o que dará mais lucro nessa conta. Por ser o clube formador do atleta, o São Paulo tem direito a 10% do negócio (cerca de R$ 20,5 milhões na cotação atual) entre o Porto e os espanhóis.

É importante ressaltar que, mesmo aprovados, os empréstimos conseguidos pelo Tricolor junto a alguns bancos — por volta de R$ 37 milhões —, não serão utilizados para o pagamento dos atrasos referentes aos direitos de imagem.

Foto: Reprodução / Twitter do Militão






Comente com sua conta do Facebook: