A fala de Thiago Carpini escancara o problema de comunicação do São Paulo

Foto: Rummens

Antes de mais nada, esse post não é uma notícia, mas sim uma opinião, por isso está classificada como uma Coluna aqui no Arquibancada Tricolor. E não, Thiago Carpini não criticou ninguém ou jogou lenha na fogueira, como muitos de vocês já devem estar pensando, porém a fala de Thiago Carpini escancara o problema de comunicação do São Paulo de Júlio Casares.

Durante a coletiva de imprensa após o empate em 2 a 2 com o Red Bull Bragantino, o treinador Thiago Carpini revelou duas informações que ninguém sabia: Erick não estava treinando devido a uma contusão no joelho e Michel Araújo chegou a ser internado por alguns dias, devido a uma amigdalite! Você ficou sabendo disto? Pois é, eu também não…

Se fosse apenas estes dois casos, estava tudo tranquilo, mas não é. No ano passado reproduzimos aqui no AT uma foto do meia Pedro Vilhena, que agora está emprestado ao Sport e que na época apareceu nesta foto com a perna engessada. O jovem atleta simplesmente sumiu dos relacionados para as partidas e o clube nada anunciou…

Falando em relacionados para as partidas, por qual motivo o São Paulo deixou de anunciá-los no dia anterior aos jogos? Simplesmente o clube não anunciou mais e por assim ficou. Eu mesmo não me lembro qual foi a última vez que houve um anúncio oficial por parte do clube!

Outro jogador que está contundindo e ninguém sabe, é o terceiro goleiro Young. O jovem goleiro sumiu do banco de reservas e nunca mais foi visto no aquecimento dos jogos junto com Rafael e Jandrei, inclusive dando espaço para outro goleiro da base. Cadê Young?

Ou seja, não temos acesso a essas informações, pois o clube não mais as disponibiliza e ao mesmo tempo não permite que a imprensa possa cobrir os treinamentos e obter essas informações diretamente com os atletas e comissão técnica.

Outro absurdo da falta de comunicação do São Paulo é a situação do colombiano James Rodríguez. Já sabemos que o atleta pediu a rescisão contratual e novamente coube ao treinador Thiago Carpini fazer o papel de porta-voz da diretoria, durante uma coletiva, tal como Crespo e Rogério Ceni também eram incumbidos de fazer…

Qual é a dificuldade de Júlio Casares, Carlos Belmonte ou Muricy Ramalho virem a público e confirmar a informação? Ou será que só aparecem na hora boa? Se o São Paulo ganhar mais um título na temporada, com certeza irão participar de centenas de podcasts e entrevistas logo no dia seguinte, mas informar o seu torcedor que é bom, nada!

O São Paulo de Júlio Casares se parece muito com aqueles países controlados por regimes totalitários, como Coréia do Norte, Rússia, China e outros, ou seja, ninguém tem acesso a informação e se não gostar, ainda pode tomar uma notinha oficial ou ser censurado de cobrir o clube no MorumBIS…

*As opiniões expressas aqui são de responsabilidade do autor do texto, e não refletem a opinião do site

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia
Comente!