Atitudes da diretoria do São Paulo geraram incômodos ao staff de Welington; entenda

Foto: São Paulo FC

O São Paulo ainda tenta a renovação do lateral-esquerdo Welington que tem vínculo com o clube somente até dezembro deste ano e pode assinar um pré-contrato a partir do próximo mês.

Os jornalistas Eduardo Affonso e Francisco de Laurentiis, da ESPN, divulgaram informações referentes a estas tratativas, buscando apresentar os dois lados, tanto a versão do clube quanto a do atleta.

A apuração diz que toda história começou no início de 2023 quando o contrato de Welington em vigor na época não foi registrado pelo Tricolor no sistema da CBF, com isso, o vínculo do atleta iria somente até 31 de outubro de 2023, podendo deixar o clube após esta data de graça. O São Paulo, no entanto, afirma que esta versão não procede.

Três meses antes do dia 31 de outubro, o jogador foi chamado e em conversa com o diretor-executivo de futebol, Rui Costa, ficou acertada a extensão do vínculo até dezembro de 2024, mas sem reajuste salarial. Todavia, Welington decidiu permanecer, mesmo sendo reserva de Caio Paulista, pela gratidão e consideração que tem pelo clube.

Entretanto, um ponto foi colocado em questão nesta reunião, de que o São Paulo facilitaria a saída do atleta caso acontecesse alguma proposta que o agradasse.

Segundo a ESPN, três propostas foram feitas, uma delas, do Besiktas, da Turquia, no início de de fevereiro, no valor de 2,5 milhões de euros fixos, mais 1 milhão de euros em bônus e 20% de uma futura venda.

Depois, foi a vez do Brentford, da Inglaterra, enviar uma oferta de 4,5 milhões de euros fixos por 70% dos direitos do jogador, mais 1 milhão de euros em bônus e 30% de uma venda futura.

Por fim, o CSKA Moscou, da Rússia, realizou três ofertas, a última delas no valor de 8 milhões de dólares. O clube chegou a enviar passagens ao jogador e ao empresário para irem até à Rússia com a finalidade de realizar toda a parte de exames e assinatura de contrato, porém, o Tricolor entrou em contato falando para que a viagem não acontecesse.

Com isso, propostas de três clubes foram recusadas e o jogador seguiu no São Paulo, tornando-se o titular da lateral-esquerda em 2024.

No início da temporada, o clube paulista procurou os representantes do jogador e a primeira proposta foi enviada no dia 15 de janeiro, com uma valorização salarial considerada baixa pelo staff. Pelo atual contrato, Welington recebe R$ 65 mil mensais.

Mais duas propostas foram feitas, a segunda com detalhes parecidos com o da primeira, e a terceira com um aumento salarial maior, só que ainda considerado abaixo do esperado.

Nos últimos dias, circulou a informação de que a pedida por parte do jogador era de R$ 800 mil mensais, contudo, pessoas próximas a Welington afirmaram que isso não condiz com a realidade.

Além do fato do Tricolor ter recusado as três propostas feitas ao jovem lateral, outro fato que gerou incômodo foi a não liberação do atleta para a disputa do torneio Sul-Americano Sub-20 com a Seleção Brasileira no começo da temporada.

Em nota enviada pelo São Paulo a ESPN estão as explicações do clube para as questões apontadas acima:

“O São Paulo Futebol Clube reforça o seu interesse em renovar o seu contrato com o atleta Wellington. Exatamente por isso, o Clube não pretende discutir pontos ou negociar via imprensa. Apenas para deixar claro alguns que foram erroneamente citados em redes sociais.

O São Paulo analisa apenas propostas formais feitas por pessoas devidamente autorizadas.

O Clube refuta, com veemência, a alegação de que o atleta estivesse com alguma precariedade jurídica que permitisse o entendimento de que o contrato legitimamente vigente até hoje, pudesse estar finalizado em meados de outubro de 2023.

Em relação à proposta ofertada pelo CSKA , o São Paulo FC jamais cerceou o atleta e, de sua parte, envidou esforços para que fosse feita a sua vontade de atuar na Europa, dentro do que fosse também salutar ao SPFC.

Em convocações para seleções brasileiras, o SPFC sempre defendeu os seus interesses sem qualquer prejuízo aos atletas ou agiu de maneira irregular junto à CBF.

Nos próximos dias, representantes do atleta e dirigentes do São Paulo voltam a se reunir e o Clube pretende tentar chegar em um acordo que seja bom para ambas as partes“.

Diante desta situação, o futuro de Welington no Tricolor segue incerto, porém, ele continuará jogando e é a primeira opção do técnico Luis Zubeldía para a lateral-esquerda do São Paulo.

Paralelo a isso, o clube tenta a contratação de outro lateral-esquerdo e tem monitorado a situação de Alex Sandro, todavia, até o momento, nada foi acertado entre as partes.

Receba notícias do SPFC no WhatsApp e Telegram.
Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia
Comente!