Ceni apontou as deficiências da equipe para furar bloqueios.
Foto: Reprodução

O torcedor são-paulino saiu frustrado com o resultado da noite de quinta, contra a Inter de Limeira, no Paulistão. Pouco mais de 15 mil espectadores foram ao Morumbi prestigiar um 0x0 com um domínio de posse de bola do São Paulo, mas sem muita eficácia. Para o treinador do time, Rogério Ceni, o diagnóstico para a não variação foi apontado em diversos momentos de sua coletiva pós-jogo: a ausência de jogadores dribladores e velocistas.

Para Ceni, o Tricolor não tem por característica o contra-ataque. Isso porque o time não possui, segundo ele, jogadores de velocidade que possam funcionar como uma válvula de escape para agredir a defesa adversária nos momentos propícios. Além disso, no chamado “um para um“, o São Paulo teria poucos jogadores para exercer tal função. Por essa razão, o clube teria que insistir no trabalho de domínio da bola, desenvolvendo com passes e muitos cruzamentos.

Eu poderia baixar as linhas, tentar deixar o adversário vir para cima e criar espaços. Mas o nosso time não tem como característica a velocidade. Ele não foi montado para contra-ataques. É o time que tem muito mais a posse e a qualidade individual, com a ultrapassagem dos jogadores de lado. Um jogo de passes: é um time que passa e toca muito a bola. Mas se não há velocistas, não faz muito sentido. Eu prefiro jogar no campo do adversário porque é a melhor característica que meu time tem. Não é um time preparado para contra-ataque ou baixar as linhas e jogar em velocidade“, explicou Ceni.

O treinador também enfatizou em muitas oportunidades que o São Paulo não teria dribladores.

Todos estão tentando. Todos estão fazendo o seu melhor dentro das características que nós temos de jogadores. Temos poucos jogadores de “um para um“. Temos poucos jogadores que vão receber a bola diante um lateral e vão fazer essa jogada individual“, indicou o técnico do Tricolor, que em outras oportunidades também reclamou da estatura do time..

Confira a coletiva completa no vídeo abaixo. Ou clique aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorReveja os melhores momentos de São Paulo 0 x 0 Inter de Limeira
Próximo PostJornalistas criticam São Paulo “vergonhoso” e que só venceu times pequenos
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.