Crespo homenageia o ídolo Diego Maradona
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Elenco conta apenas com Pablo como centroavante, mas Tricolor tem problemas financeiros

O técnico Hernán Crespo chegou ao Tricolor e foi avisado que teria dificuldades para realizar contratações. Com pouco dinheiro em caixa e diversas dívidas para pagamento, o treinador e a gestão do futebol precisariam de muita habilidade para concluir contratações com valor baixo, mas que resolvessem as carências do time.

O treinador então trabalhou junto com Rui Costa, Carlos Belmonte e Muricy Ramalho e conseguiu trazer algumas peças que foram importantes nesse primeiro momento do trabalho. No começo da temporada chegaram os titulares Miranda, Benítez e as opções de elenco como Eder, Willian e Orejuela.

Porém, o treinador não conseguiu contratar um camisa 9 para lutar pela vaga de titular com Pablo. A comissão então usou de criatividade para achar soluções. Jogar com Luciano como um falso 9, com Eder como um segundo atacante e também trocou a posição de Vitor Bueno tirando o camisa 12 da ponta e colocando como um atacante central.

Com uma dívida na casa de 600 milhões de reais, o Tricolor ainda não terá dinheiro para fazer contratações tranquilamente. Será necessário verificar as dívidas de curto prazo como a pendência financeira com o empresário Andre Cury.

Rigoni chegou, mas não é um centroavante. A diretoria ainda busca uma oportunidade no mercado e deve tentar a contratação até o fim do mês (para que o novo jogador possa atuar na Libertadores). Até lá o ataque terá Pablo e a criatividade da comissão técnica.

Post anteriorSão Paulo tem até o dia 20 para pagar empresário
Próximo PostCrespo está fora do confronto contra o Atlético-GO
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.