Presidente do São Paulo dá detalhes de como aconteceu a demissão de Rogério Ceni

Rogério Ceni foi demitido em sua segunda passagem pelo São Paulo em abril de 2023, um ano e meio após ter assumido a equipe em outubro de 2021 com a saída de Hernán Crespo.

Em entrevista à CNN, o presidente do Tricolor, Julio Casares, foi questionado sobre como aconteceu toda a situação envolvendo a saída de Ceni do comando técnico do time.

“O Rogério foi importante para o São Paulo, é um grande ídolo, chegou em duas finais, trabalhou muito, competiu demais, é obcecado pelo trabalho. Todos nós em uma empresa sabemos que em alguns momentos é preciso mudar. Quando eu assumi, veio o Crespo, o Diniz estav saindo, depois veio o Rogério e agora o Dorival. Não é uma quantidade grandiosa de troca em três anos. Eu procuro não interromper um trabalho, mas quando você sente que é necessário para a preservação do time e do profissional, você faz de forma clara, mas não foi fácil”.

Casares também disse que foi uma conversa franca entre as partes e sem nenhum tipo de problema.

Confira o trecho completo abaixo:

Caso não consiga visualizar clique aqui.

Nesta segunda passagem como treinador do São Paulo, Rogério esteve à frente do comando técnico do Tricolor em 106 oportunidades, com 49 vitórias, 28 empates e 29 derrotas, somando um aproveitamento pouco acima de 54%.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter. Conheça a nossa Loja.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você concorda com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais