Diretamente de 1993, relembre o primeiro título do São Paulo na Copinha

Há 30 anos, o São Paulo era campeão pela primeira vez da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Protagonista de uma das maiores finais do campeonato, a equipe conquistou o primeiro título vencendo o Corinthians por 4 a 3, com hat-trick de Jamelli e um de Catê.

Cao não consiga visualizar clique aqui.

A primeira fase do Tricolor não chamou atenção, venceu o Uberlândia por 2 a 0 no primeiro teste. Na segunda partida, passou pelo América (SP) por 1 a 0. Na terceira e última partida da primeira fase, viu a primeira derrota se desencadear diante do Bahia, por 1 a 0.

Na segunda fase, o São Paulo passou de maneira invicta: vitória contra Matsubara (PR) e o Comercial (SP), empate com o rival Palmeiras. No total, foram quatro gols marcados, um sofrido, e um saldo positivo de três.

Chegando à semifinal, o adversário da equipe foi o Vitória, caracterizado pela versátil equipe do meio-campo e no ataque, comandada pelos destaques do clube baiano: Vampeta e Paulo Isidoro. Os são-paulinos venceram por 1 a 0.

O Pacaembu foi o palco da finalíssima, com público estimado de 50 mil pessoas, em campo pelo São Paulo: Rogério Ceni, Jamelli e André Luís, pelo Corinthians: Sylvinho, Fabinho e Marques. O roteiro da partida conta com expulsões e sete gols.

Mais tarde, a equipe seria conhecida como Expressinho, o treinador Márcio Araújo começou com: Rogério; Pavão, Sérgio Baresi, Nélson e André; Mona, Pereira e Robertinho; Catê, Jamelli e Toninho. O grande nome da equipe: Rogério Ceni.

Uma partida quente, onde os são-paulinos aos 16 minutos, com Jamelli, atacante que no futuro vestiria a camisa do rival abriu o placar. Ampliaram aos 30, com o Catê, o título parecia encaminhado, porém, o Corinthians reagiu com Marques fazendo 2 a 1, após vacilo de Robertinho, em bola recuperada por Hermes.

Na segunda etapa, o rival conseguiu o empate, novamente com Marques. O Tricolor sentiu e, quando a virada se aproximava, André Santos cometeu pênalti, foi expulso por reclamação e abriu caminho para que Jamelli fizesse 3 a 2.

A partida ficou equilibrada, mesmo com um a mais, o São Paulo parecia acomodado e isso favoreceu os alvinegros, e Caio empatou.

O clima esquentou, as arquibancadas cantavam e tentavam empurrar os times ao título, aos 34 minutos, o gol do título saiu, com Jamelli, novamente, atacante que não tinha nenhum gol na competição e na verdade sonhava em fazer faculdade.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter. Conheça a nossa Loja.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você concorda com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais