O São Paulo perdeu para a LDU na Libertadores por 4x2
Foto: Staff Images / CONMEBOL

– “Tivemos mais posse de bola”.
– “Jogamos melhor”.
– “Construímos diversas chances.”
– “O time está evoluindo”.

É bom já ir se preparando para a desculpa da vez porque, claro, sempre tem uma. Na derrota para o Binacional, depois da eliminação do Paulistão para o Mirassol e agora na goleada vexatória para a LDU que veio para acabar com as chances que tínhamos de avançar para as oitavas da Libertadores.

Não existe um culpado, são vários. Começando da diretoria que não cobra, do treinador que é tão convicto das suas ideias que não muda e acaba se perdendo e prejudicando o time com suas estratégias que só dão certo em jogos fáceis e acabam abafando a situação de um time que joga mal em toda oportunidade que tem.

Os jogadores. Ah, os jogadores. De maneira geral, quando vemos a equipe Tricolor em campo não se tem padrão de jogo, vontade de vencer, garra, técnica, nada, falta tudo! Porque já vi diversas vezes times péssimos levantando taças porque compensavam na raça, o que esse time do São Paulo menos tem.

Os atacantes não fazem gols, a defesa toma gols todos os jogos, o meio campo não cria e não marca, o treinador não pensa em estratégias que resolvam e a diretoria é omissa. Assim fica fácil entender o porquê do São Paulo fazer a torcida passar vergonha atrás de vergonha.

Queria entender a insistência do que não está dando certo já há muito tempo? Não se tem respeito mais com o São Paulo que é totalmente previsível dentro de campo, faz umas graças em meio a algum campeonato ou outro e depois volta para o mais do mesmo.

Essa camisa tem tradição e esse clube tem uma história gigante para deixar que algumas pessoas façam o que estão fazendo com uma torcida que já está cansada de acreditar, apoiar e estar junto, sendo que não recebe o mínimo de respeito que merece. Não recebe entrega em campo, mas sim discursos prontos, publicações motivacionais nas redes sociais que não rendem em nada e descompromisso.

O meu sentimento é de tristeza e revolta e só quem ama o São Paulo Futebol Clube entende, diferente de alguns que poderiam mudar a trajetória do clube, mas preferem a indiferença ao sentimento de milhões de torcedores que sofrem de verdade em cada derrota.

Foto: Staff Images / CONMEBOL