Tabu histórico. São Paulo completa 30 anos sem vencer o Atlético-MG no Mineirão
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Equipe sofre gol de Jair e segue com um ponto em nove disputados

O São Paulo visitou o Atlético-MG neste domingo e saiu derrotado no Mineirão. Com um gol de Jair aos 17 minutos do primeiro tempo a equipe de Crespo chega ao fim da terceira rodada com apenas um ponto ganho.

O jogo deste domingo teve um Tricolor dominado nos primeiros minutos e neste domínio inicial, o Galo conseguiu abrir o placar. Nacho Fernandez (o melhor em campo) achou Hyoran livre pelo lado esquerdo e o meia encontrou Jair no segundo pau para apenas empurrar a bola para dentro do gol.

O São Paulo acordou e passou a ter o domínio da bola. Com Nestor e Liziero, o time tinha muita posse nos dois primeiros terços do campo, mas não conseguia entrar na defesa rival. O Galo se postou com as linhas na defesa e armava o contra-ataque, mas era neutralizado pelos três zagueiros do Tricolor.

Em um lance de contra-ataque, Hulk tentou avançar, mas Miranda fez o desarme, e nesse momento sentiu a coxa e saiu. No lugar do zagueiro entrou em campo o lateral-direito Igor Vinicius e com isso, Crespo abriu mão dos 3 zagueiros para uma linha de 4 na defesa.

O time foi ao intervalo perdendo e dominando a posse de bola. O time terminou com 55% da posse, mas finalizou apenas 4 vezes e nenhuma dessas acertou o gol de Everson.

Na volta ao segundo tempo o cenário se manteve o mesmo. O Atlético com as linhas baixas e aguardando um contra-ataque para Nacho assistir Hulk ou Keno. E o Tricolor com domínio na posse, mas com pouca efetividade.

Crespo então mudou. Aos 15 minutos abriu mão de Pablo e Gabriel Sara e colocou João Rojas e Galeano. O time passou a atuar com dois volantes (Nestor e Liziero), um meia (Rigoni), dois pontas (Rojas e Galeano) e um atacante (Luciano).

Mas ainda assim, o time continuou a criar poucas chances. O Galo tinha em Nacho a peça dominante e tentando arquitetar os contra-ataques. Nesse sentido a equipe de Crespo se postou bem e neutralizou todas as investidas do time rival.

Mas ainda era pouco para uma equipe que perdia. E então Crespo mostrou que iria tentar a vitória a todo custo. Sacou do time Nestor e Luciano e colocou Igor Gomes e Eder. Com as substituições o time passou a jogar em um 4-1-2-3.

Um time ofensivo, mas que não conseguiu finalizar. No segundo tempo, apenas um chute e fora do gol de Everson. A posse de 61% na parcial foi produzida no campo de defesa e não deu perigo ao galo.

Com a derrota, a equipe estaciona momentaneamente na 16ª posição com um ponto em 9 disputados e sem marcar gol ainda no Brasileirão. Reinaldo conversou com a Globo no fim do jogo e sinalizou o alerta já ligado no time.

“A gente sabe que não podíamos começar o Brasileiro assim, uma competição tão difícil. Mas não faltou dedicação ou empenho para buscar o resultadoe fazer os gols. Não conseguimos, mas o trabalho continua, cabeça erguida, temos um jogo em casa na quarta, vamos buscar os três pontos (contra a Chapecoense)”, disse o lateral em entrevista ao fim do jogo.

Live Pós-Jogo

(Caso não consiga visualizar o vídeo, clique aqui)

Post anteriorConfira as escalações de São Paulo e Atlético-MG
Próximo PostEstatísticas de Atlético-MG 1×0 São Paulo: Brasileirão 2021
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.