São Paulo desenvolve ação para combater pirataria contra produtos oficiais do clube

O São Paulo desenvolveu uma ação e contratou o escritório de Ricardo Bianchini com o intuito de combater a pirataria de produtos oficiais do clube.

Por intermédio de uma ferramenta de Inteligência Artificial é possível identificar camisas, canecas, cadernos, entre outros produtos que estejam fora dos parâmetros ideias de tamanhos, modelos e preços, o que indicará falsificação.

Quando identificado, quem estiver comercializando o produto receberá uma autuação e precisará pagar multa e indenização devidas ao clube, e o valor pode chegar até R$ 70 mil em caso de reincidência.

Bianchini, advogado responsável pela empresa contratada, falou a UOL sobre a questão das indenizações: “As indenizações podem variar caso a caso e são critérios nossos, em paralelo com a legislação. É inafastável indenizar o clube. Aqueles que não indenizam, nós providenciamos a instauração de inquérito policial e as medidas cabíveis para que o clube possa se ressarcir”.

Outro objetivo do São Paulo é valorizar as marcas que pagam royalties para comercializar os produtos do clube, e acredita que com esta ação será possível impulsionas as vendas destas lojas.

Alguns clubes já aderiram a este método para identificar produtos falsificados e combater a pirataria, dentre eles estão Santos e Corinthians.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter. Conheça a nossa Loja.

Subscribe
Notify of
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você concorda com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais