Como foi a primeira temporada de Alex a frente do São Paulo
Foto: São Paulo FC

O São Paulo fechou a temporada 2021 no último domingo (28), com o empate com o Internacional pelo Campeonato Brasileiro. O ano foi de estreia do treinador Alex a frente da equipe e de evolução de alguns atletas que já fazem parte dos planos do time profissional para a próxima temporada.

O Tricolor não conseguiu vencer nenhuma das duas competições que disputou neste ano, porém, o trabalho de Alex impressionou a torcida e a diretoria. O treinador se mostrou atualizado com as novidades do futebol moderno, ou seja, tem o jogo baseado em transições rápidas, pressão na posse de bola e qualidade coletiva da equipe.

O time acabou derrotado nas duas competições na última semana. Primeiro, a equipe parou no Desportivo Brasil, nos pênaltis, em duelo válido pelas oitavas de final do Campeonato Paulista – a equipe empatou os dois duelos e viu Patryk perder o pênalti decisivo. Já no Brasileirão, a equipe novamente viu o jovem (com muita qualidade) acabar como “vilão” ao ser expulso no primeiro duelo contra o Internacional. A partida no Beira Rio terminou 2×0 e na volta, o time não conseguiu reverter o placar.

O aproveitamento, assim como a análise do jogo, mostra a qualidade do jogo de Alex. O treinador teve 43 partidas e venceu 24 vezes – além disso, foram dez empates e nove derrotas. O Tricolor também anotou 94 gols e sofreu 47 tentos.

O time de Alex teve algumas baixas. Saíram da equipe os jovens: Lucas Sena, Fasson, Paulinho, Matheus Vieira, Guilherme Cachoeira, Bruno Tatavitto, Matheus Cunha, Jian e Rafael.

Com as baixas, o Tricolor foi ao mercado e trouxe jovens para a composição do elenco – que também teve jogadores que foram campeões do Brasileirão Sub-17 (2020-21). Chegaram a Cotia os jovens: Rokenedy, Lorenzo, Roberto, Levy, Thiagão e Facundo Milán (atacante uruguaio que teve destaque na temporada).

O time já cedeu alguns atletas ao time principal. O jovem Marquinhos já foi titular e hoje é utilizado com frequência pelo treinador Rogério Ceni. Os garotos Juan, Vitinho e Caio já estiveram com a delegação do clube e devem ganhar mais chances nestas últimas partidas – assim como Talles Costa, Nathan, Beraldo, Vitinho, Juan, Pedrinho, Beraldo e Patryck.

O São Paulo Sub-20 ganhou folga e deve retornar na próxima semana. O time disputará a Copa São Paulo de Futebol Júnior no começo de janeiro e começará a preparação para a competição.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC: 
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Conheça a nossa Loja

Post anteriorSão Paulo decide Paulistão Feminino Sub-17 contra o Corinthians
Próximo PostSão Paulo divulga valores dos ingressos para despedida do Morumbi
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.