#ColunaAT – Empates racionais

A Carta Tricolor é escrita pelo Ednaldo de Sá e sua publicação ocorre sempre às terças-feira. Clique aqui e conheça o índice da coluna.

Na onda dos empates, o São Paulo vai ganhando robustez no seu esquema, novamente a confiança ascende, mas ainda falta um algo a mais para os triunfos que pode ser encontrado nas recentes contratações e claro na presença mais estável de Hernanes.

O desafio tricolor de erguer um título, em que pese seja um paulistinha cujo apreço do torcedor aqui não é dos maiores, encontra seu ponto derradeiro na velha conhecida Arena Itaquera. O fato é que dali não há memória minimamente positiva para nós, torcedores do São Paulo, porém o tabu não precisará ser quebrado para o SPFC erguer o troféu.

Levando em consideração o estado de ansiedade da torcida tricolor, os fatores externos envolvendo os duelos contra seus principais rivais em suas modernas arenas, o atual momento do clube vindo de recorrentes fracassos e claro o poder de decisão do nosso rival, as chances do SPFC seriam muito pequenas. No entanto, a qualquer tempo esta coleção de derrotas será quebrada, embora não saibamos quando. Evidentemente o não favoritismo absurdo que nos envolve tem condições de enfim interromper a seca de títulos.

Vocês viram que neste curto texto eu pouco falei a respeito do time, do jogo, da tática, das circunstâncias e a todo momento me autocontrolei exacerbando o uso de concessões e oposições, mas é que o título de domingo nunca foi tão importante para um futuro do que para o presente. É só lembrar que aquela trajetória da década passada iniciou com um paulistinha, que seja ele!


Ednaldo Benicio. Tenho 24 anos, sou graduado em Eng. Química e moro em Fortaleza. Desde os meus 7 anos, cultivando a paixão tricolor longe dos arredores do Morumbi.






*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rummens

Comente com sua conta do Facebook: