São Paulo iniciou a venda de ingressos para o jogo contra o Santo André. - Orgulho Tricolor
Foto: Rubens Chiri/www.saopaulofc.net

Depois de acompanhar novamente um grande rival viajar até o outro lado do mundo para disputar o título Mundial (e por sorte não conquistá-lo), comecei a elaborar a ideia desta coluna. Da musiquinha “Tenho libertadores / Não alugo estádio / Sou hexa brasileiro / Nunca fui rebaixado”, sobrou só o trecho final como um dos últimos orgulhos do torcedor são-paulino, certo? E mesmo assim com as ressalvas que falarei mais para frente.

Não está sendo fácil ser são-paulino de 2012 para cá. Vimos o Corinthians ganhar Libertadores e Mundial, além de nos ultrapassar em brasileiros e ganhar um estádio novo. Vimos o Santos sempre se regenerar após os desmandos internos (hoje estão pau a pau conosco) e estamos vendo o rival Palmeiras ganhar tudo que tem direito (menos o Mundial), fora o seu estádio, que é sem dúvida nenhuma um dos 3 melhores do país.

E do nosso lado? Um título da Copa Sul-Americana em 2012, um Paulistão no ano passado (2021) e muitas contratações “equivocadas”, muitos treinadores demitidos, falta de padrão tático, um Morumbi ultrapassado e vergonha após vergonha dentro do clube, onde os conselheiros só estão preocupados em manterem a sua casta elevada, com pouca preocupação com o futebol apresentado dentro de campo.

O quê sobrou para o torcedor são-paulino se orgulhar? Eu listo abaixo, e espero que eles durem ainda por bastante tempo. Veja se você concorda com os meus pontos apresentados:

Três Mundiais

Sem dúvida nenhuma deveria ser o primeiro item de orgulho de todo são-paulino. Três mundiais conquistados dentro de campo, após três maravilhosas Libertadores. Nas três vezes que atravessamos o mundo, voltamos com a taça. A festa para o ônibus na ida, foi ainda maior na volta.

São Paulo campeão mundial em 2005
Foto: São Paulo FC

Por ora temos certeza que três Libertadores com três Mundiais é algo que continuará sendo só nosso no Brasil, mas até quando? Pelo menos até o fim de 2023, temos a certeza que só nós teremos três Mundiais, pois seria preciso que o Santos vencesse a Libertadores de 2023 e o Mundial para nos alcançar.

Infelizmente seremos ultrapassados em breve nas Libertadores, onde já dividimos o posto de maiores campeões junto com Santos, Grêmio e Palmeiras. Ou vocês acham que o gigante vai acordar do nada? Com a diretoria e conselho que temos, isso não acontecerá.

Maior campeão internacional do Brasil

Nem todos os torcedores sabem disto, mas somos e com sobras, o time com mais títulos internacionais do Brasil e um dos maiores campeões do mundo! São 12 títulos: 3 Mundiais, 3 Libertadores, 1 Copa Sul-Americana, 1 Supercopa Libertadores, 2 Recopas Sul-Americanas, 1 Copa Conmebol e 1 Copa Master da Conmebol.

Este é outro patamar que não perderemos tão facilmente. Caso o Santos, segundo colocado da lista com 8 títulos resolva ganhar alguns títulos internacionais, ainda sim só ultrapassaria o Tricolor em 2024, ou final de 2023, caso ganhasse tudo possível (Sul-Americana em 2022, Recopa, Copa Suruga, Libertadores e Mundial em 2023).

O São Paulo não é só o time brasileiro com mais títulos internacionais, como é um dos 2 clubes que conquistaram a inédita “quádrupla coroa internacional”, no ano de 1993:

Inclusive em breve farei uma matéria especial aqui no Arquibancada, detalhando melhor estes 12 títulos. Nossa história é gigantesca e não pode ser esquecida nunca, mesmo para você que acha que o passado não conta.

Nunca foi rebaixado

Este é um ponto que para uma parcela dos torcedores, vale muito mais do que os três Mundiais, ou os doze títulos internacionais. Estes são aqueles torcedores que nos últimos anos comemoram o famoso troféu “nunca fui rebaixado” no fim de toda temporada.

Este é o ponto que eu trato com ressalvas. Eu mesmo não me orgulho disto. Acho que é obrigação de um time grande se manter na divisão de elite de seu país, ainda mais no Brasil, onde o futebol tem caído de qualidade ano após ano. E se manter na primeira divisão do Paulistão é mais ainda do que obrigação.

São Paulo apresenta proposta de orçamento que prevê finais do Paulistão e da Sula
Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Com certeza esta coluna vai cair na mão de alguns rivais e antes de mais nada: o São Paulo não foi rebaixado no Paulistão de 1990 e você pode conferir as provas neste post. Contra fatos (regulamento do torneio), não existem argumentos.

Mas no Brasil, onde somente São Paulo, Santos e Flamengo nunca foram rebaixados no Brasileirão ou Estadual, é um ponto a se louvar (e esperamos que isso permaneça assim, mesmo com nossa diretoria jogando contra).


E para você leitor são-paulino, quais são seus orgulhos por torcer para o Tricolor? Concorda com os pontos listados por mim? Comente nas redes sociais e não deixe de marcar o @arqtricolor em seus comentários!

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorCalleri: “Em nenhum lugar me senti com tanta confiança como aqui”
Próximo PostMarco Aurélio Cunha exalta Sara: “O dia que estiver no futebol europeu vão se lamentar e dizer que foi vendido a preço de bananas”
Um dos fundadores do Arquibancada Tricolor, fã do M1TO Rogério Ceni e amante do bom futebol. Tenho perdido algumas horas de sono vendo NBA e NFL.