Rogério Ceni no Flamengo: pode ficar pistola, mas foi a escolha certa

A ida do Rogério Ceni para o Flamengo é algo que dói no coração do torcedor tricolor. Mas, bora deixar o clubismo de lado e aceitar que o Mito fez a melhor escolha para a sua carreira.

Afinal de contas, não é sempre que surge a oportunidade de treinar um time com um baita elenco e com dinheiro em caixa (infelizmente, não é o caso do SPFC).

No texto de hoje, convido você a deixar a paixão irracional de lado e se colocar no lugar do Ceni. Vem comigo!

ROGÉRIO CENI FEZ CERTO EM IR PRO FLAMENGO

Aceita que dói menos. Vamos ser honestos, o São Paulo foi o primeiro a ter o treinador e não conseguiu oferecer tempo e time para Ceni trabalhar.

Além disso, a péssima gestão do SPFC usou o Rogério como escudo e quase manchou a sua imagem de ídolo.

Se não fosse a competência e a oportunidade no Fortaleza, talvez o ex-goleiro poderia virar mais um treinador da nova geração que não deu certo.

Ou seja, o Mito não poderia e nem deveria esperar uma oportunidade para voltar para o São Paulo. Isso seria até antiético (não é o perfil dele). Agora, ele deixa de ser uma sombra para o treinador que se sentar no banco do Morumbi.

ROGÉRIO É IDOLO E NADA MUDA ISSO

Precisamos parar de querer que nossos ídolos sejam perfeitos e fiéis ao que a gente quer.

Outra coisa, por mais que muitos candidatos usem o Mito como cabo eleitoral, o Fernando Diniz não foi demitido e goste ou não (eu não gosto), ele ainda está no cargo.

E com todo respeito ao Fortaleza, mas o Flamengo é gigante e hoje é o melhor time do país. Mudar de emprego quando você recebe uma ótima oferta de trabalho não é traição, é aproveitar a oportunidade.

FLAMENGO É MUITO GRANDE PRO ROGÉRIO?

Reprodução: Divulgação Flamengo / Twitter

Tem gente que é da opinião que o Flamengo é muito para o Ceni. Porém, eu discordo. Acredito que ele aprendeu muita coisa na passagem curta no Cruzeiro. E o tempo mostrou quem estava certo.

Entretanto, o Rogério terá vários desafios pela frente. O primeiro será conquistar um elenco cheio de gente grande. Administrar os egos de Gabigol, Pedro, Everton Ribeiro, Gerson e outros não vai ser fácil.

Mas, um time em crise financeira e na fila como o São Paulo, que também tem suas cobras criadas, é um desafio muito maior, pela pressão e necessidade do ídolo em não falhar novamente.

Enfim, se estivesse no lugar do Ceni, sem hipocrisia, eu iria para o Flamengo. Agora, se ele vai falhar por lá, é com ele.

Por aqui e no Fortaleza, Rogério sempre será Mito. Mas, também tá liberado ficar triste e pistola. Para curar isso, eu indico uma playlist sertaneja no Spotify.


Gabriel Augusto. Gabriel é Redator, tem 27 anos e é um dos maiores Corneteiros de sofá do SPFC. Perfil no Twitter (@augustopontotxt)

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

Comente com sua conta do Facebook: