“Abel Ferreira é muito pouco parecido com o Telê”, afirma Muricy Ramalho

Durante o Choque-Rei que aconteceu no domingo (11) no Morumbi, o técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, encarou e foi para cima de Jonathan Calleri, do São Paulo, de maneira efusiva.

Relembre:

Caso não consiga visualizar clique aqui.

Após o confronto, o treinador português falou sobre a situação e durante a entrevista coletiva foi questionado sobre as comparações feitas entre ele e Telê Santana, a quem sempre cita como uma referência.

Na quinta-feira (15), o coordenador técnico do Tricolor, Muricy Ramalho, participou de uma live no canal do YouTube dos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi e foi questionado sobre as semelhanças entre os dois.

“Algumas coisas até parecem com o Telê, como eu também pareço, vários deles parecerem, mas o Telê nunca fez aquilo não. Isso aí não aprendeu com o Telê, o que aconteceu domingo, de encarar o jogador. Telê era muito diferente de tudo. Quando um jogador dele dava um carrinho no adversário, ele ficava enlouquecido. É muito difícil achar um treinador igual o Telê, pois ele tinha outro pensamento”.

E continuou: “Era bravo, mas não era tão explosivo como eu, eu era também meio louco. Eu com juiz tinha mais facilidade porque dificilmente era expulso porque não era muito de reclamar, mas com jogador era aquela cobrança porque o técnico tem que ser um grande cobrador de objetivos. O que vejo no Abel a parte técnica é muito legal também, mas é muito pouco parecido com o Telê neste sentido. Eu sei o que ele passa na beira do campo, já passei muito anos, não é fácil, tem que ganhar o tempo todo, como todos nós, mas é um pouco distante do que era o Telê”.

Confira o trecho abaixo:

Caso não consiga visualizar clique aqui.

Assista a entrevista completa:

Caso não consiga visualizar clique aqui.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter. Conheça a nossa Loja.

Comentários estão fechados.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Assumiremos que você concorda com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. Aceitar Ler mais