Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Depois do término do contrato de empréstimo de Jonathan Calleri com o Osasuna, da Espanha, o São Paulo começou a monitorar a situação do atleta e, segundo o Globo Esporte, o fez uma proposta ao Deportivo Maldonado, do Uruguai, clube detentor dos direitos de Calleri, para contratá-lo em definitivo começando a pagar em 2022. O vínculo seria válido até 2024.

No entanto, tudo dependia também do desejo do atacante em retornar ou não ao clube do Morumbi e Calleri sinalizou que quer retornar ao São Paulo, mas o entrave continua sendo a parte financeira.

Os empresários do jogador não se agradaram da proposta feita pela diretoria Tricolor que também precisa continuar a negociação com o Deportivo Maldonado com quem o atleta tem contrato até 2022. A estratégia do São Paulo é mostrar tanto ao Calleri como a seus agentes que assim como em 2016, o Tricolor pode servir de vitrine para o jogador e ajudar a alavancar a carreira dele.

Em sua primeira passagem pelo Tricolor, Calleri marcou 16 gols em 31 jogos, e foi um dos principais destaques da equipe na Libertadores daquele ano.

Fonte: Eduardo Rodrigues e José Edgar de Matos  / Globo Esporte

Post anteriorOsasuna faz publicação de despedida de Calleri
Próximo PostSão Paulo não perdeu nenhum jogo com Arboleda em campo na atual temporada
Vanessa Dias, 25 anos e sou de Araras, interior de São Paulo. Formada em Relações Públicas, especialista em Mídias Digitais e apaixonada por futebol desde que me conheço por gente. Sou parte do time desde o começo de 2018, onde trabalhamos todos os dias para que a torcida esteja sempre em conexão com o clube do coração.