Charles Hembert explica saída de Patrick
Foto: Rummens

Com Rogério Ceni expulso diante do Red Bull Bragantino, no Nai Abi Chedid, o comando do time no banco de reservas no clássico contra o Santos ficou por conta do auxiliar Charles Hembert. Apesar de nunca ter substituído o técnico no seu retorno ao São Paulo, o francês já havia feito isso na passagem deles pelo Fortaleza e demonstrou muita tranquilidade à beira do campo – a despeito da fama de “explosivo“. Durante a coletiva de imprensa, ele explicou o porquê da saída de Patrick ainda no intervalo.

Questionado sobre a substituição do meia, que deu a assistência para o gol de Jonathan Calleri, Charles explicou primeiramente que a escalação de Patrick não era uma novidade. E indicou que o que o credenciou a iniciar o jogo foi a sua partida contra o Bragantino no Paulistão.

Na verdade, não foi tanto novidade assim porque ele havia jogado contra o Red Bull Bragantino – não no último, mas no penúltimo, e ele havia feito um bom jogo. A gente está tentando deixar o time um pouquinho mais físico, com jogadores que tenham mais controle de bola, como Nikão e Patrick. No final do Paulistão, e no começo do Brasileiro, tentamos deixar o time com mais posse de bola. Patrick faz parte dessa dinâmica, para tentar mudar o time nesse sentido. Por ele ter feito feito um bom jogo naquela oportunidade é que repetimos ele no começo“, explicou, inicialmente, Charles.

Sobre a substituição, a explicação dada foi no sentido da dinâmica da partida. De acordo com Hembert, Alisson conferiu mais velocidade ao time e ajudou na marcação de Madson, que estava dando trabalho – em sua visão.

E substituímos ele no intervalo para tentar, com Alisson, colocar um pouco mais de velocidade pelo lado esquerdo e tentar dinamizar mais. Madson estava nos causando dificuldades, bem avançado. Alisson conseguiu melhor marcá-lo e nos ajudou no segundo tempo a ter mais domínio e a explorar mais nosso lado ofensivo“, destrinchou o auxiliar.

Confira a coletiva completa no vídeo abaixo. Ou clique aqui.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorArtilheiro do Brasileirão, Calleri é eleito o melhor em campo contra o Santos | Pesquisa AT
Próximo PostVeja os melhores memes da vitória sobre o Santos
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.