Clubes projetam reunião de ligas em julho
Foto: Divulgação / Botafogo

A organização do futebol brasileiro está na iminência de alterar o seu cenário. Além da modernização de muitos clubes, que aderiram ao modelo das sociedades anônimas, existe uma movimentação forte pela formar de uma liga que possa liderar as competições e arrecadar em prol dos times – com o aval, inclusive, da CBF. Nesse contexto, os clubes das duas ligas embrionárias, a Libra e a Liga Forte Futebol, articulam uma reunião para o mês de julho. E a projeção é de arrecadar 4 bilhões com a empreitada.

A projeção bilionária foi feita pela Libra, que conta com times como São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Flamengo. Outros 25 clubes, que não aderiram a esse primeiro bloco, formaram a Liga Forte – com agremiações como Atlético-MG, Athletico, Internacional e Fluminense. Foram criadas comissões nos grupos para que a reunião possa ter frutos positivos, com o intuito de, no encontro, chegar-se a um consenso sobre a distribuição dos lucros. A apuração é do UOL Esportes. Clique aqui e confira.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorKléber Gladiador relembra indignação ao ser forçado a sair do São Paulo: “Ou vai ou desce para a base”
Próximo PostReforço já treina, e três atletas estão em transição para o gramado | Novidades do São Paulo
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.