FPF nega pedido do São Paulo em relação a arbitro do Choque-Rei

Foto: Rummens

Foi enviado pelo São Paulo à Comissão de Relacionamento com a Arbitragem um ofício com o pedido para que o árbitro do Choque-Rei de domingo (03), Matheus Delgado Candançan, fosse afastado e vetado de apitar os jogos do Tricolor.

Todavia, a Federação Paulista de Futebol negou a solicitação e escalou o juiz para a partida entre Santos e Inter de Limeira que acontece sábado (09) pela 12ª rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista.

O Globo Esporte divulgou o pedido enviado pelo clube do MorumBIS:

“Se uma equipe escala um jogador de forma irregular, ela é punida. Se um atleta comete falta violenta durante uma partida, ele é punido. Se uma equipe se atrasa um minuto para entrar em campo, ela é punida. Se há confusão entre torcidas dentro do seu estádio, o clube é punido. Agora, não há como isentar a arbitragem de medidas punitivas em casos como o tratado na presente representação. (O clube) requer sejam tomadas as devidas providências para que nem o SPFC e nem qualquer outro clube possa ter sua gestão, suas receitas, seu planejamento e seu caminho alterados por interferência de um árbitro, motivo pelo qual requer sejam impedidos (os árbitros) de atuar nos próximos jogos do SPFC”.

Existe também uma insatisfação do São Paulo com a Daiane Muniz dos Santos, que foi a responsável pelo VAR no clássico que contou com alguns lances polêmicos.

O Tricolor volta a campo no domingo (10), às 16h, para disputar a última rodada da fase de grupos do Paulistão contra o Ituano, no Estádio Novelli Júnior.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia
Comente!