São Paulo aciona clube brasileiro na justiça por dívida milionária

Foto: Rubens Chiri/São Paulo FC

De acordo com o jornalista Igor Siqueira, do UOL, o São Paulo acionou o Botafogo na Justiça pela falta de pagamentos referentes à venda do meio-campista Tchê Tchê. Ao todo, o Tricolor cobra pouco mais de R$ 3,7 milhões entre parcelas da compra de 70% dos direitos econômicos do atleta e bônus por metas de desempenho com a camisa do Glorioso.

A negociação pela venda do jogador foi concluída em abril de 2022, a princípio por R$ 4,8 milhões. Contudo, após conversas pelo empréstimo do atacante Erison, no início de 2023, houve um acordo entre os clubes pela redução da dívida. Porém, alegando a falta de pagamento de duas parcelas de R$ 1,3 milhão, mais duas de R$ 390 mil, o São Paulo decidiu processar a equipe carioca.

No combinado inicial, o pagamento parcelado pelo Botafogo seria realizado em 25 de agosto de 2022, 25 de abril de 2023 e 25 de setembro de 2023, o que não foi cumprido. Posteriormente, após a renegociação no acordo feito pela chegada de Erison, as parcelas pelos direitos e desempenho de Tchê Tchê seriam quitadas em 20 de agosto de 2023 e 20 de fevereiro de 2024, mas também não foram pagas.

Sendo assim, a diretoria são-paulina entrou com uma ação no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro cobrando, portanto, com juros e correções monetárias, o total de R$ 3.774.730,75. O Botafogo ainda não foi notificado, segundo a reportagem, e não quis se manifestar a respeito do caso.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia
Comente!