Foto: Rummens

Nesta quinta-feira (07), o São Paulo reencontrou o torcedor no estádio do Morumbi. Porém, o resultado deixou a desejar, já que o torcedor gostaria de uma vitória após mais de 15 meses sem poder ver o time no estádio. O Tricolor empatou por 1×1 com o Santos e não consegue se distanciar do Z4 e nem se aproximar do G6.

O treinador Hernán Crespo, pressionado no cargo, apostou em uma formação ofensiva. Sem Galeano e Arboleda, o comandante argentino mandou a campo o time em um 4-3-3, com Igor Gomes na lateral-direita, Luciano na armação e Marquinhos, Calleri e Rigoni no ataque.

O clube perdeu a chance de se aproximar do grupo de cima e de estar pela primeira vez no campeonato na primeira página da tabela – com uma vitória, o São Paulo estaria na 10ª posição. Com o ponto conquistado, a equipe cai para a 14ª posição.

O Tricolor fez um bom jogo e mostrou um avanço em comparação aos últimos três jogos. A equipe de Crespo dominou o jogo e terminou o jogo com 60% do tempo de posse de bola. Ao todo, o clube finalizou em 14 oportunidades, porém, apenas três acertaram o alvo.

O primeiro tempo teve um São Paulo assustado nos minutos iniciais pela postura do rival. O treinador Fabio Carille apostou em um time pressionando nos minutos iniciais e usando a inexperiência de Igor Gomes na função de lateral. Com isso, a equipe chegou ao gol logo aos cinco minutos com um chute de fora da área de Carlos Sanchéz.

Com o passar dos minutos, o Tricolor conseguiu equilibrar o jogo e passou a mandar na partida. O meia improvisado na lateral também se achou no jogo e começou a apoiar o time, fazendo uma dobradinha com Rigoni. Em um chute de Rodrigo Nestor, o meia Vinicius Baliero desviou a bola com a mão e o árbitro Raphael Klaus marcou pênalti. Calleri discutiu com Luciano, mas conferiu sem chances para o goleiro santista.

No segundo tempo, a equipe santista definiu o empate como um bom resultado. O São Paulo tentou atacar mas não conseguia encontrar espaços. Crespo então mudou, colocou Sara no lugar de Marquinhos, Neves no lugar de Luan, Benitez no lugar de Calleri e Liziero no lugar de Nestor, porém, as trocas não deram resultado. No fim do jogo, o Santos criou duas chances e o Tricolor precisou se defender – na primeira, Miranda tirou bola em cima da linha, e na segunda, a equipe de Vila Belmiro teve quatro contra dois e Léo conseguiu o corte.

O São Paulo volta a campo na próxima segunda-feira, às 20h para enfrentar o Cuiabá fora de casa.

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe o que de melhor acontece no São Paulo FC: 
Instagram
YouTube
Twitter
Canal no Telegram
Apostas – Betmotion
Conheça a nossa Loja

Post anteriorSão Paulo larga na frente do Atlético-MG no duelo de semifinal da Copa do Brasil Sub-17
Próximo PostConfira as estatísticas e notas de São Paulo x Santos
Pedro Vinicius, 24 anos e sou de São Paulo. Formado em jornalismo e especialista em jornalismo esportivo sou apaixonado por futebol desde sempre.