Simulamos o melhor e o pior grupo do São Paulo na Copa Libertadores 2024

Foto: Conmebol

Simulamos o melhor e o pior grupo do São Paulo na Copa Libertadores 2024, pensando em termos de logística e dificuldade técnica. Conheça os possíveis adversários do São Paulo no sorteio desta noite, que irá acontecer às 20 horas, no Paraguai.

Possíveis grupos do São Paulo

Melhor grupo

Confira os melhores adversários possíveis para o São Paulo em cada pote:

  • Pote 2: O melhor adversário neste pote hoje seria o Cerro Porteño, atual 5º colocado do campeonato paraguaio. Apesar da vitória neste final de semana, o Cerro vinha de 7 jogos sem vitórias. Os nomes conhecidos são: o ex-goleiro do São Paulo Jean, o ex-Flamengo Piris da Motta, e os ex-Grêmio Iturbe e Diego Churin. O Cerro Porteño joga na cidade de Luque, estádio próximo ao aeroporto de Assunção, em uma viagem entre 2 e 3 horas de São Paulo.
  • Pote 3: O melhor adversário do terceiro pote seria o Alianza Lima, atual 7º colocado do campeonato peruano. O Alianza vem de três derrotas seguidas na temporada e tem como nome mais conhecido da torcida brasileira, o atacante Hernán Barcos, ex-Palmeiras e Grêmio. O Alianza joga no Estádio Alejandro Villanueva, localizado em Lima, capital do Peru, sem altitude e com um tempo de viagem entre 6 e 7 horas de São Paulo.
  • Pote 4: Não existe adversário melhor do que o Liverpool, do Uruguai, atual 11º colocado no campeonato daquele país. Os uruguaios estão sem vitórias há 6 jogos e não possuem nenhum nome de destaque em seu elenco. O Liverpool atua em Montevidéu, capital do Uruguai, sem altitude e com um tempo de viagem entre 2 e 3 horas de São Paulo.

Pior grupo

Confira os piores adversários possíveis para o São Paulo em cada pote:

  • Pote 2: Existem cenários ruins neste pote, mas com certeza o Independiente del Valle deve ser o pior. O time é líder no Equador e vem de 5 vitórias seguidas, fora que foi o algoz do Tricolor na final da Copa Sul-Americana de 2022. Seu estádio fica localizado na cidade de Ambato, com uma altitude de 2.600 metros, fora o tempo de viagem, que é de quase 9 horas entre São Paulo e Quito e que provavelmente deverá terminar em via terrestre até o estádio, que fica localizado há 150 km da capital do Equador.
  • Pote 3: O pior cenário neste pote não envolve altitude e logística de viagem, mas sim a fase atual do adversário, que seria o Talleres, da Argentina. O time de Cordoba é o atual 3º colocado do Grupo A da Copa da Liga Profissional de Futebol da Argentina. O Talleres está invicto há 6 jogos e tem em seu elenco o ex-atacante do São Paulo, Nahuel Bustos.
  • Pote 4: Existem dois cenários que não seriam bons para o São Paulo no sorteio deste pote: O Caracas, da Venezuela, que apesar de historicamente ser uma equipe fraca em competições continentais, joga na capital da Venezuela, em uma viagem de quase 10 horas desde São Paulo. Outro cenário ruim seria o Botafogo, que apesar de ser a melhor logística possível, trata-se do elenco mais recheado de bons nomes que o São Paulo poderia enfrentar já nessa fase de grupos, como Savarino, Tchê Tchê, Júnior Santos e Tiquinho Soares.

Qual seria o seu melhor grupo para o São Paulo na competição? Cite nos comentários.

Siga-nos no Instagram, no YouTube e no Twitter.

Compartilhe esta notícia
Comente!