Souza relembra como era jogar com Rogério Ceni:
Foto: São Paulo FC

O ex-jogador do São Paulo e atual comentarista esportivo Souza participou do Reis da Resenha da Jovem Pan Esportes com o jornalista Thiago Asmar e o ex-atleta Vampeta e falou um pouco sobre os momentos que vivenciou quando jogava pelo Tricolor.

Questionado sobre a importância das atitudes de Rogério Ceni no vitorioso São Paulo em que ele atuou, Souza respondeu:

“Tem muita gente que acha ele chato, eu acho que ele tem personalidade, o que ele tem que falar ele vai falar na sua cara e não vai ficar dando volta, não manda recado, e se tiver que dar opinião dele para um treinador ele dá e eu não vejo maldade nisso. Os caras que gostam de números, e não falo financeiros, que querem entrar pra história do clube, eles são chatos. O Rogério era um cara quando ganhava e um cara quando perdia. Quando ele perde você não tem noção, ele não te desrespeita, mas o semblante dele muda. O único torcedor que eu joguei dentro de campo chama Rogério Ceni, aquele cara era são-paulino de uma forma que chega a ser chato”.

Assista abaixo ou clicando aqui:

Ao lado de Rogério Ceni no São Paulo, Souza foi Campeão Paulista, da Libertadores e do Mundial Interclubes em 2005 e Bicampeão Brasileiro em 2006 e 2007.

Tudo sobre o Tricolor!

Siga o Arquibancada Tricolor em suas redes sociais e acompanhe tudo sobre o São Paulo FC:

Instagram | YouTube | Twitter | Canal no Telegram | Conheça a nossa Loja

Post anteriorPlayoffs do NBB: confira detalhes dos jogos entre São Paulo x Bauru pelas quartas de final
Próximo PostComo ficou a tabela do Brasileirão após o término da 3ª rodada
Vanessa Dias, 25 anos e sou de Araras, interior de São Paulo. Formada em Relações Públicas, especialista em Mídias Digitais e apaixonada por futebol desde que me conheço por gente. Sou parte do time desde o começo de 2018, onde trabalhamos todos os dias para que a torcida esteja sempre em conexão com o clube do coração.