Uma nova temporada começa, e agora?

Por Mário Pravato Junior – Redação Arquibancada Tricolor

Fala galera!

Primeiro dia de 2018 e não há como não se perguntar: O que será da temporada 2018 do São Paulo FC?

Vou passar um pouco para vocês da minha impressão, que é totalmente pessoal, e que não defende A ou B, mas apenas se preocupa com o futuro da instituição.

Até agora, tivemos apenas as contratações em definitivo do lateral Edimar e do volante Jucilei, além da chegada do goleiro Jean que atuava pelo Bahia, enquanto que os goleiros Denis e Renan Ribeiro, o zagueiro Lugano, o lateral Buffarini e os atacantes Gilberto, Marcinho e Denílson deixaram o elenco profissional do Tricolor.

Ao mesmo tempo, já foi confirmado que 3 garotos da base se reapresentarão junto aos profissionais nesta quarta-feira, 03 de janeiro: Marquinhos Cipriano, Gabriel Sara e Caíque.






Talvez as grandes contratações até este momento sejam a do diretor de futebol Raí e do coordenador de futebol Ricardo Rocha, que por mais que não tenham muita (ou alguma) experiência nas funções, são pessoas de caráter e que com certeza segurarão o rojão da equipe nos momentos mais difíceis. Caso Lugano venha a se juntar a eles, teremos um excelente trio fora de campo, basta torcermos para que Leco não resolva passar por cima deles em suas decisões esdrúxulas.

Na minha opinião a temporada de 2018 tem que ser de reconstrução. Eu ficaria extremamente satisfeito se Leco, Raí e Ricardo Rocha viessem a público ainda em janeiro para anunciarem os planos da temporada e avisarem que estamos montando um time para ganhar títulos em 2019 e não neste ano. Sim, vocês leram certo, não temos que esperar títulos em 2018, não temos uma base ainda consolidada, temos um time que penou para escapar da zona do rebaixamento e ousar em falar em títulos neste momento é de uma burrice extrema. O São Paulo é gigante, mas se não tomar essa atitude agora, ficará sem títulos em 2018, 2019, 2020 e por aí vai…

Daqui 17 dias o Tricolor estreia contra o São Bento em Sorocaba e eu acredito que alguns reforços devem pintar, da mesma forma que alguns jogadores ainda deverão deixar o elenco, porém só saberemos se o time terá condições de brigar na ponta de cima da tabela, para depois de março.

Que 2018 seja o ano da reconstrução, o ano do torcedor voltar a ter orgulho de torcer para um clube que luta para conquistar títulos e não apenas para escapar da Série B. Eu terei muito orgulho de escrever em 31 de dezembro de 2018 que não ganhamos nada, mas que voltamos a almejar títulos e que isso foi visto ao longo da temporada e que o títulos da Libertadores 2019 pode ser possível!

Até a próxima!

 

 

Comente com sua conta do Facebook:

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor