#ColunaAT – Preleção: vocês já são vencedores!

A coluna Carrinhos e firulas é escrita pelo Victor Oliveira e sempre será publicada às sextas, contendo muitas análises sobre o Tricolor!

Esse texto é em primeira pessoa. Uma sugestão de preleção para o técnico Cuca no domingo. O treinador dirige-se aos jogadores são-paulinos:

Pessoal, acho que a parte tática já tá todo mundo entendido do que precisa fazer, né? Tenho certeza que todos vão exercer a função, marcar forte, ter inteligência pra atacar e vamos sair daqui com uma grande vitória. Aliás, vocês já são vencedores.

É isso mesmo. Vocês já conquistaram muito. Quem ia imaginar que o time criticado, dado como morto, eliminado da Libertadores ainda na primeira fase e com vários desfalques ia conseguir passar do Ituano nas quartas? Ou, quem falava que a gente ia eliminar o Palmeiras, campeão brasileiro do ano passado e elenco mais caro do país?

E estamos aqui, chegamos vivos, em condições de disputar cada bola, cada dividida, cada drible, cada passe, pra ganhar o Campeonato Paulista de 2019. E a gente tá enfrentando o time que ganhou esse título nos últimos dois anos, e ganhou o Brasileirão ano retrasado. Esse time aí, que vive fazendo piadinha nossa, achando que eles são superiores, querendo apequenar o São Paulo.

Mas hoje não. Hoje quem vai ouvir piadinhas são eles. Hoje quem vai ser motivo de chacota são eles. Esse estádio aí fora, hoje, vai ser o nosso salão de festas. Hoje é o dia da virada.

Eu cheguei no São Paulo, pela primeira vez, em 2004. Era um tempo parecido com esse, complicado, a gente tava sem ganhar título importante há muito tempo. Os últimos ainda eram com o Raí aqui jogando. Mas a gente foi trabalhando, devagar, montando um time forte e competitivo, com a alma do São Paulo. Com a grandeza do São Paulo! Eu acabei saindo, mas vieram outros treinadores e seguiram o trabalho, e a gente sabe o resultado, né? Três brasileiros, Libertadores e Mundial! Lugano e o Hernanes estavam na época e lembram como esse período foi glorioso, e como os nomes deles ficaram marcados na história do clube por aquele período. Assim como o Raí escreveu o nome dele na história desse clube quando ganhou duas Libertadores e Mundial.

Gente, o Raí, o Lugano e o Hernanes já tem os nomes deles lembrados pra sempre aqui no São Paulo. E eles estão aqui pra ajudar vocês a gravarem o nome de vocês na história do clube. Agora é a hora de vocês! É a hora de mostrar pros rivais, pra imprensa, mas principalmente, pro nosso torcedor que o São Paulo continua grande. Gigante! Nenhum dinheiro ou nenhuma arbitragem tendenciosa conseguem fazer a gente perder nossa grandeza.

Mas, ultimamente, a gente tem pisado na bola em campo, abrindo espaço pra que alguns tenham a ousadia de questionar a grandeza do São Paulo, fazendo o nosso torcedor ser alvo de piadinha. Hoje é dia de acabar com isso. É dia da gente resgatar o espírito vitorioso do tempo do Raí, somar com a raça do Lugano e a técnica do Hernanes. Hoje é dia da gente mostrar o quanto esse time é enorme, mesmo que alguns ousem dizer o contrário.

É dia da gente honrar a nossa história, fazer o torcedor ter orgulho de vestir nossa camisa, bater no peito e falar: AQUI É SÃO PAULO, PORRA!!

Eu sei, vocês sabem, a torcida sabe, que na nossa história, nós já decidimos coisa muito maior que um Campeonato Paulista. Mas levar esse título paulista agora é que vai reabrir o nosso caminho pras conquistas maiores que a nossa torcida espera com ansiedade!






Por isso, eu já parabenizo todos vocês, por terem chegado até aqui, contra tudo e contra todos. Em especial pros meninos aqui: Liziero, Luan, Antony, Igor Gomes. Vocês entraram no time no momento mais difícil e vestiram a camisa do jeito que tem que ser: com brio, com vontade, com raça, com coração na ponta da chuteira. Mas sem esquecer do nosso principal, que é jogar futebol.

E é isso que eu peço a vocês: vamos jogar futebol hoje. Eles são favoritos, jogam em casa e tudo o mais? Tudo bem, a responsabilidade é deles. Vamos entrar lá e fazer o nosso, o que a gente se preparou pra fazer. Vocês já são vencedores. Mas vamos entrar lá, olhar pra nossa história, pra nossa torcida, pros nossos ídolos, jogar o nosso jogo, e sairmos mais do que vencedores. Vamos sair campeões!


Victor Oliveira. Tenho 26 anos, moro em São Carlos-SP. Sou Engenheiro de formação e trabalho como Analista Financeiro. Sou apaixonado pelo Tricolor desde pequeno, quando comecei a acompanhar os jogos pela TV. Neste espaço, farei análises fortes como carrinhos, carregando a sutileza de uma firula.

*A opinião do colunista não reflete a opinião do site

Comente com sua conta do Facebook: