Sãos, salvos e de cabeça erguida

O São Paulo sobreviveu muito bem após sua sequência teoricamente mais difícil no Campeonato Brasileiro e diminuiu a distância para o líder Flamengo, de quatro para dois pontos. São 34 dos cariocas e 32 do Tricolor, isso após vencermos o primeiro colocado no Maracanã, os itaquerenses no Morumbi, perdermos para o Grêmio em Porto Alegre e batermos o Cruzeiro no Mineirão. São 75% de aproveitamento com direito a vitória contra os mineiros no dia do meu aniversário de 31 anos.

Além da ótima posição na tabela, é preciso destacar a consistência e crescimento da equipe do técnico Diego Aguirre. Mesmo com desfalques e mudanças constantes por contusões e/ou suspensões, o time mantém um padrão, um nível de atuação. Houve mudança completa no sistema de jogo desde a saída de Dorival Junior, e hoje, temos resultados e desempenho melhores.

Na vitória sobre o Cruzeiro, os garotos Luan e Lizieiro não deixaram cair a qualidade da equipe, que naquele setor, tem como titulares Hudson e Jucilei. Reinaldo fez excelente partida, participando dos dois gols, Rojas jogou demais e o setor defensivo foi praticamente perfeito.

Só mesmo Sidão, como sempre, vem destoando. Sai mal do gol e continua espalmando todas para o meio da área. Raí, Ricardo Rocha e Aguirre: por melhor que o atleta seja no que se refere ao relacionamento com o grupo, tecnicamente, está devendo. Mantê-lo como insubstituível pode, ao invés de protege-lo, causar um dano grave a sua carreira em caso de falha em momentos decisivos. A desconfiança paira entre torcedores e, certamente, jogadores. Jean precisa ter uma sequência, até para justificar o alto investimento em sua contratação. Se não der retorno, que jogue Lucas Perri ou contratemos outro. O São Paulo é muito grande para ser refém de quem quer que seja.

 

O que vem por aí

Após passarmos e bem pela difícil sequência de quatro jogos com três vitórias, temos agora o Cólon, da Argentina, pela segunda fase da Copa Sul-Americana e o Vasco, domingo, ambos no Morumbi. A presença da torcida é fundamental para que o São Paulo mantenha o bom momento. Contra equipes consideradas mais fracas, precisamos ter a mesma humildade e intensidade. Não há nada ganho, temos apenas 16 rodadas concluídas no Brasileirão e muito a percorrer na Sul-Americana.

É hora de lotar o Morumbi e tomar essa liderança. Neste momento, sou contra priorizar o campeonato nacional, até porque todas as equipes terão de dividir atenções com outros torneios. Temos apenas dois e não podemos abrir mão de qualquer possibilidade de título. Rodando o elenco, certamente Aguirre conseguirá ter um time com bom rendimento nestes torneios.

Aproveite para comprar seu ingresso para pelo menos um dos dois jogos clicando aqui.

Boa semana, tricolores!

 

Sequência do São Paulo no BR:

5/8 – Vasco (Morumbi)






12/8 – Sport (Recife)

19/8 – Chapecoense (Morumbi)

22/8 – Paraná Clube (Curitiba)

26/8 – Ceará (Morumbi)

 

Sequência do Flamengo no BR:

4/8 – Grêmio (Porto Alegre)

12/8 – Cruzeiro (Maracanã)

19/8 – Atlético Paranaense (Curitiba)

22/8 – Vitória (Maracanã)

26/8 – América Mineiro (Belo Horizonte)

Comente com sua conta do Facebook:
Você já conhece a Loja do Arquibancada? Modelos exclusivos para você mostrar o seu amor pelo Tricolor!

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor