Após empate contra o Rentistas, Crespo enaltece jovens da base
Foto: Staff Images / Conmebol

São Paulo foi até Uruguai e saiu com empate, com 11 jogadores que finalizaram a partida vindo da base do clube

Em partida válida pela quarta rodada da fase de grupos da Libertadores 2021, o São Paulo empatou com o Rentistas em 1 a 1, com gol do estreante Orejuela.

Todavia, a noite foi especial para sete jogadores que começaram a partida. Todos criados e formados na base de Cotia do time Tricolor.

Com espírito de Libertadores, os meninos de Cotia, souberam tomar conta do jogo e suaram sangue para mostrar serviço e impor um jogo mais rápido e envolvente. Os titulares criados na base foram: Lucas Perri, Diego Costa, Rodrigo Freitas, Talles, Igor Gomes, Rodrigo Nestor e Welington. No decorrer da partida entraram Galeano, Paulinho Boia e Shaylon, que também foram formados no CT de Cotia.

Além deles, Hernanes, que já foi até mesmo Bicampeão Brasileiro com o São Paulo, também teve a sua formação na base do clube paulista, e entrou na partida de ontem.

O técnico argentino Hernán Crespo saiu satisfeito com atuação dos jovens e projeta uma evolução positiva. O sentimento pós-jogo, com esse “Novo Expressinho” é de entender que era merecido a vitória, mas jogar a Libertadores da América transcende.

“Quero parabenizar a molecada que nasceu em Cotia. Estou feliz por eles, triste pelo resultado. Merecíamos a vitória, principalmente pela atuação no segundo tempo. O empate foi injusto. Não é fácil fazer um bom jogo na Conmebol Libertadores. E eles fizeram”.

A equipe paulista viverá uma maratona difícil de jogos em disputa com três campeonatos ao mesmo tempo: Paulista, Libertadores e Brasileirão. A rotatividade dos jogadores no elenco favorece com que as jovens promessas que estão nas categorias de base, se destaquem e ganhem espaço no esquema do Crespo. Ponto positivo é o elenco, negativo é essa sequência de compromissos.

A equipe Tricolor agora se prepara para sexta-feira, às 21h30, no Morumbi, para às quartas de final do Paulista contra a Ferroviária. A tendência é que mais jovens da base estejam no esquema de Crespo, que busca a classificação para próxima fase.

Post anteriorVitor Bueno merece ser cancelado pela torcida? | OPINIÃO
Próximo PostEstatísticas de Rentistas 1×1 São Paulo: Libertadores 2021
Diego Monteiro, 33 anos, paranaense da cidade de Cascavel, jornalista apaixonado por futebol, São Paulo FC e resenha onde tenha cerveja gelada. Quero ser a voz do são paulino que ecoa nas arquibancadas do Morumbi. Sigam-me os loucos por futebol, que a resenha já está formada.