Foto: Rubens Chiri / São Paulo FC

Bruno Alves passou por altos e baixos no São Paulo. Contratado junto ao Figueirense em 2017, à época por indicação de Dorival Júnior, o defensor chegou contestado e sob olhares de desconfiança. Contudo, até mesmo pelo profissionalismo e respeito que sempre demonstrou ao clube, o zagueiro conseguiu se firmar durante um bom tempo, sendo considerado peça importante no elenco – mas ultimamente vinha amargando o banco de reservas e pouco jogava.

Por essa razão, Bruno está de malas prontas para o Sul. O jogador firmou contrato com o Grêmio por empréstimo, após quatro anos de vínculo com o São Paulo. O que se sabe agora, contudo, é que o atleta não mais vestirá a camisa do tricolor paulista. Isso porque o vínculo entabulado será de dois anos com o clube gaúcho, ficando o Tricolor com um percentual em caso de uma venda nesse período. A informação exclusiva foi aventada pelo jornalista Eduardo Affonso, da ESPN, trabalhada em parceria com Renato Salgado, do portal Fair Play.

Para se ter uma noção da preterição em relação ao camisa 3, de 15 de setembro até o final da temporada, o Tricolor disputou 21 jogos, dos quais Bruno Alves atuou em apenas 5, sendo 3 deles nos minutos finais da partida e apenas um os 90 minutos – justamente o último, contra o América-MG. Nesta janela, inclusive, o clube demonstrou interesse em alguns zagueiros, como Cacá, Kanu e Alan Franco, já indicando que não contaria com Bruno para a próxima temporada.

Confira o furo concedido pelos jornalistas Eduardo Affonso e Renato Salgado abaixo. Ou clique aqui.

Atualização

De acordo com o Globo Esporte, Bruno Alves irá rescindir o contrato que teria com o Tricolor até 2023 para assinar com o Grêmio em definitivo. A apuração indicou que, inicialmente, as tratativas seriam nos moldes do empréstimo, mas as partes chegaram a esse acordo sobre a rescisão contratual. Ainda assim, o tricolor ficaria com uma parcela se ocorrer uma futura venda. Grêmio e São Paulo não divulgaram quanto seria a fatia do percentual.

Post anteriorLucas Perri é anunciado oficialmente como reforço do Náutico
Próximo PostJornalista indica interesse do São Paulo por Soteldo | ENTENDA
Matheus Tévez é formado em Direito pela UFBA, cursa Letras, além de ser professor, escritor e articulista. Mas a sua grande virtude é ser são-paulino doente desde os tempos em que Válber doutrinava na zaga.