Helinho - Bragantino
Foto: RB Bragantino / Twitter

Sete atletas emprestados pelo São Paulo atuaram na última rodada das Séries A e B do Campeonato Brasileiro, com destaque apenas para Helinho, do líder RB Bragantino. Confira o desempenho de cada um deles:

Sexta-Feira – 25 de Junho

Marcos Jr. / GE Brasil 1 x 1 Ponte Preta

O volante atuou nos últimos 20 minutos do empate da Ponte Preta fora de casa pela Série B. Marcos Jr. contribuiu com 21 toques na bola e uma eficiência de 78% de passe, sofrendo duas faltas e perdendo 5 posses de bola. Segundo o SofaScore, o volante obteve a nota 6.5.

Domingo – 27 de Junho

Paulinho Bóia / Juventude 1 x 0 Flamengo

Paulinho Bóia foi novamente titular do Juventude na grande vitória contra o Flamengo por 1 a 0. O atacante permaneceu em campo por 65 minutos, onde contribuiu com 25 toques na bola, porém com 10 perdas de posse de bola, além de ter cometido uma falta e ter entrado em impedimento uma vez. O SofaScore atribui a nota 6.7 ao atacante.

Júnior Tavares, Tréllez e Danilo Gomes / Sport 0 x 0 Cuiabá

Mais um encontro de Tricolores no Brasileirão, mas todos sem destaque. Pelos lados do Sport Recife, Júnior Tavares voltou ao time titular e participou de toda a partida, saindo de campo com a nota 6.9. Tréllez entrou no fim e jogou pouco tempo, apenas 12 minutos, contribuindo com uma nota 6.6. Pelo lado do Cuiabá, Danilo Gomes jogou os últimos 31 minutos e saiu com a nota 6.8.

Tchê Tchê / Santos 2 x 0 Atlético-MG

No reencontro com Fernando Diniz, Tchê Tchê e o Atlético-MG saíram derrotados contra o Santos FC por 2 a 0. O volante foi titular e ficou em campo por 82 minutos, obtendo a nota 6.5. Tchê Tchê tocou na bola 35 vezes e acertou 21 dos 23 passes tentados, tendo um passe decisivo. As 9 perdas de posse de bola e as duas faltas cometidas contribuíram para a sua nota baixa.

Segunda-Feira – 28 de Junho

Helinho / Atlético-GO 0 x 1 RB Bragantino

Com mais uma assistência de Helinho, o Red Bull Bragantino segue na liderança do Brasileirão após a vitória de 1 a 0 contra o Atlético-GO em Goiás.

Em 84 minutos em campo, Helinho não só deu a assistência para o gol da vitória, como contribuiu com 59 toques na bola, 3 passes decisivos e uma finalização no gol. Mesmo com 19 perdas de posse de bola, o atacante ainda saiu de campo com a nota 7.6, a segunda maior do time de Bragança Paulista.

Post anteriorDaniel Alves deve 2 milhões de euros aos cofres espanhóis, diz site
Próximo PostArboleda enfrenta a Argentina na Copa América pela Seleção Equatoriana
Um dos fundadores do Arquibancada Tricolor, fã do M1TO Rogério Ceni e amante do bom futebol. Tenho perdido algumas horas de sono vendo NBA e NFL.