E os não convocados?

O dia de hoje foi movimentado com a divulgação da lista dos jogadores convocados para a Copa do Mundo da Rússia pelo treinador Tite, na sede da CBF no Rio de Janeiro.

Há algum tempo, os torcedores brasileiros se acostumaram a ver cada vez menos jogadores de seus clubes, sendo convocados para o mundial, e nós, são-paulinos, pelo momento que o clube passa, tínhamos quase certeza que não teríamos um representante nosso na seleção canarinho.

Um cenário bem diferente do que estamos acostumados, já que o Tricolor, historicamente é um grande fornecedor de matéria-prima para Copas do Mundo, não apenas com a seleção brasileira, mas também uruguaia, colombiana e até equatoriana (ainda faremos um post sobre isso).

Para este mundial da Rússia, alguns nomes são-paulinos estavam cotados, por convocações recentes, como Diego Souza, Rodrigo Caio e Cueva (Peru). Desses nomes, apenas o peruano é certeza no mundial, mesmo estando praticamente de saída do Tricolor.

Como será o futuro dos não convocados após a Copa?

Como comentei acima, Cueva é um jogador que dificilmente ficará no São Paulo após o mundial, sendo já dispensado de compromissos antes da apresentação à sua seleção e certamente negociado neste período.

Diego Souza tem vínculo com o São Paulo e embora quase tenha ido para o Vasco, demonstrou interesse em permanecer no Tricolor e parece ter entendido que é o melhor caminho para sua carreira.

O zagueiro Rodrigo Caio, que recentemente declarou em entrevista que seu ciclo no São Paulo pode estar perto do fim, é outro nome que deve se desvincular do clube após a Copa.

Um nome que não se fala muito, mas pode ter seu futuro decidido não logo após a Copa, mas por conta dos desdobramentos deste mundial, é o do treinador Diego Aguirre, que segundo informações da época de seu acerto, tem um acordo com o São Paulo caso receba um convite para dirigir a seleção de seu país (deixaria o São Paulo em dezembro apenas, e talvez pensando nisso, Jardine já foi colocado na função de seu auxiliar).

Campanhas da adidas na Copa de 86, com os jogadores do São Paulo, convocados para seleções






 

Apesar de não figurar mais como um grande fornecedor de atletas para as Copas do Mundo, como no passado, o São Paulo continua sendo uma grande vitrine para o futebol mundial e pode sofrer esses desfalques.

Cabe à diretoria trabalhar firme para reforçar o elenco não apenas com quantidade, mas principalmente, qualidade nas reposições.

 

Foto principal: Rummens

Comente com sua conta do Facebook:

Confira outras notícias no Arquibancada Tricolor