Foto: Reprodução / Conmebol Libertadores

São Paulo e Palmeiras se enfrentaram pelas quartas de final da Libertadores e empataram por 1 a 1, no Morumbi.

Primeiro Tempo

A primeira etapa lembrou muito o jogo que abriu a decisão do Campeonato Paulista, quando as equipes fizeram um jogo sonolento e sem muitas oportunidades de gol. Hoje, o Tricolor chegou apenas duas vezes perigosamente: um cruzamento de Rigoni que forçou Weverton a espalmar e uma bola metida por Daniel Alves que Gabriel Sara finalizou para nova intervenção do goleiro palmeirense. Depois dessas chances, o alviverde melhorou, mas não a ponto de causar muitos problemas para Tiago Volpi.

Segundo Tempo

A etapa final já começou mais elétrica e com uma carga de nervosismo maior. A equipe de Abel Ferreira tentou ser mais ofensiva colocando Wesley no lugar de Breno Lopes. A estratégia deu certo e o garoto infernizou a vida de Daniel Alves. Apesar das tentativas, os palmeirenses não eram eficazes e o Tricolor equilibrou o duelo a partir do gol de Luan com 8 minutos depois de duas boas defesas de Weverton. Contudo, o time são-paulino não soube segurar a vantagem e Patrick de Paula conseguiu o empate.

Como fica?

O resultado da a vantagem para o Palmeiras no confronto decisivo que acontece na terça-feira que vem (17). O Palmeiras pode até empatar sem gols que se garante na semifinal.

Acompanhe o pós-jogo conosco:

Post anteriorDenílson aposta no Morumbi, Pablo e reforços para o Choque-Rei da Libertadores
Próximo PostWelington se torna mais uma preocupação para o São Paulo
Formado em jornalismo pela Faculdade das Américas. Sempre amei escrever e sempre amei o São Paulo Futebol Clube. Essas duas paixões me motivam a produzir conteúdo sobre o meu time do coração. Mas eu também gosto de falar política, história e entretenimento. Porém, já aviso que minhas opiniões não são simples a respeito de nada. O mundo é complexo e eu não sou diferente.