Foto: Reprodução / TV Globo

O São Paulo enfrentou o Guarani nessa quarta-feira, no Morumbi, em jogo válida pela 9ª rodada do Campeonato Paulista, e venceu pelo placar de 3 a 2.

Pensando no clássico contra o Palmeiras, que acontece na próxima sexta-feira, às 22h, no Allianz Parque, o técnico Hernán Crespo mandou à campo uma equipe considerada reserva com oito atletas formados nas categorias de base. A partida também marcou a reestreia do zagueiro Miranda com a camisa Tricolor e o retorno de Liziero após 7 meses longe do time.

O jogo

Primeiro Tempo

Com um elenco que jamais havia atuado junto, o Tricolor teve alguns problemas de entrosamento, mas controlou as ações do confronto. Entretanto, esse controle demorou para se converter em gols. Mais reativo, O Bugre não conseguiu assustar a não ser nas jogadas de escanteio. Aliás, foi justamente de um escanteio que surgiu o gol dos visitantes contando com uma falha de posicionamento da defesa são-paulina. O São Paulo seguiu tentando procurar espaços no sistema defensivo do Guarani, principalmente com Benítez e Welington, mas o gol de empate do Tricolor veio mesmo pelo lado direito com Talles Costa e Galeano fazendo boa tabela, Benítez cabeceando para a defesa do goleiro e Welington, destaque do jogo, marcando no rebote.

Segundo Tempo

O Tricolor voltou sem mudanças para a segunda etapa. Explorando mais o lado direito, o time são-paulino não demorou para virar a partida. Galeano encarou a marcação e cruzou para a finalização de Igor Gomes. Com a vantagem no placar, os comandados de Crespo diminuíram o ritmo e desperdiçaram algumas boas oportunidades, fato que foi aproveitado pelo adversário que empatou aos 25 minutos. O Bugre cresceu e teve chances de fazer o terceiro, mas quis o destino que Vitor Bueno, que havia perdido um gol na pequena área, fizesse o gol da vitória são-paulina,

O Campeonato

O resultado, além de deixar o São Paulo provisoriamente com a melhor campanha geral da competição, mantém o Tricolor na liderança do Grupo B com 16 pontos.